Torcedor do Flamengo conta como foi encarar a Sala do Silêncio

Torcedor fanático do Flamengo conta como foi torcer pelo seu clube do coração sem poder emitir algum tipo de som. Junto com mais quatro rubro-negros, Fernando Roque conta que esperou assitir à partida direto de um bar, não de um estúdio. Porém, ele e os colegas aguentaram até aos 42 minutos da segunda etapa, quando Elias marcou o primeiro gol do Flamengo. Caso segurassem o grito, os flamenguistas abocanhariam R$ 100 mil reais.