Cueva abre o jogo sobre relação tensa com Sampaoli no Santos: Tive que suportar coisas

Cueva abre o jogo sobre relação tensa com Sampaoli no Santos: 'Tive que suportar coisas'

Meio-campista peruano conversou com a imprensa de seu país e fez um desabafo sobre a sua passagem pelo time paulista em 2019

CONMEBOL LIBERTADORES: BARCELONA (EQU) X PROGRESO (URU)
CONMEBOL LIBERTADORES: BARCELONA (EQU) X PROGRESO (URU)
ao vivo
CONMEBOL LIBERTADORES: GUARANÍ (PAR) X SAN JOSÉ (BOL)
CONMEBOL LIBERTADORES: GUARANÍ (PAR) X SAN JOSÉ (BOL)
ao vivo
COPA DA FRANÇA: OLYMPIQUE DE MARSEILLE X STRASBOURG
COPA DA FRANÇA: OLYMPIQUE DE MARSEILLE X STRASBOURG
ao vivo
COPA DA FRANÇA: PAU X PARIS SAINT-GERMAIN
COPA DA FRANÇA: PAU X PARIS SAINT-GERMAIN
ao vivo
COPA DA FRANÇA: MÔNACO X SAINT-ÉTIENNE
COPA DA FRANÇA: MÔNACO X SAINT-ÉTIENNE
ao vivo
COPA DA FRANÇA: ANGERS X RENNES
COPA DA FRANÇA: ANGERS X RENNES
ao vivo
WWE MONDAY NIGHT RAW
WWE MONDAY NIGHT RAW
ao vivo
SUPERLIGA ARGENTINA: BOCA JUNIORS X INDEPENDIENTE
SUPERLIGA ARGENTINA: BOCA JUNIORS X INDEPENDIENTE
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
Gazeta Press

Após terminar o ano em baixa no Santos, Christian Cueva concedeu uma longa entrevista ao programa “La Sobremesa”, da rádio Ovación, do Peru, nesta sexta-feira. O meia desabafou sobre o “desrespeito” do técnico Jorge Sampaoli e mandou a imprensa perguntar para os funcionários do Peixe, sem dar detalhes.

“A imagem do Cueva no Santos não é a minha imagem. Eu não joguei, foi tema pessoal com o treinador e agora posso dizer. Tive que suportar coisas pois não quero cometer mesmos erros anteriores na carreira. Foi pessoal, não teve a ver com Santos e dirigentes, foi pessoal. Não entrarei em detalhes pois não é bom, mas é pessoal. O treinador fez a torcida ver assim. Cada resposta do presidente falava sobre estar à disposição do grupo, sempre fui respeitoso, não faltei com respeito. Me mandaram treinar separado e tive que aguentar. Não podia cometer os erros de antes, me segurei… Trabalhei calado. Se as pessoas do Peru querem saber o tema é só ir ao clube e averiguar. Por que ele não sai bem do clube? Não é um tema que não me ponha a jogar ou não, é de ser uma pessoa que respeite a todos. Amor não, mas respeito todos merecem. Eu tive respeito até o último dia. Podem perguntar aos roupeiros, seguranças e presidente, passando pelos meus companheiros. Esperei não por não querer falar disso, falaram muito, e hoje posso falar, mesmo sem poder entrar em detalhes. Normal treinadores não escalarem alguém, é o futebol, mas o respeito tem que ser igual a todos”, afirmou o peruano.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Cueva também admitiu erros, como ser flagrado em briga numa casa noturna de Santos e ter participado ao vivo de um programa de famosos no Peru em meio à concentração da seleção, e se disse pronto para 2020.

“Tenho que fazer um mea culpa de erros cometidos. Isso atrasa um pouco de ir adiante. São detalhes e agora é pensar no que vem no próximo ano e estar preparado. Quero voltar a me sentir importante, depois as coisas voltam ao lugar. No Santos ou não, quero ser feliz. Tenho vontade de jogar o futebol e cumprirei o contrato se o Santos quiser. Eu tive vontade de jogar, mas esse tema pessoal impediu muitas coisas”, explicou.

Entenda como será o sorteio da Conmebol Libertadores 2020; FOX Sports transmite

Christian Cueva admitiu a conversa com o Rosario Central, da Argentina. Ele também está na mira do América, do México.

“Tenho muito respeito ao Santos. Eles confiaram em mim e sou profissional. O que ocorre comigo faz essas possibilidades surgirem. Conversei com as pessoas do Rosario, escutei e vamos ver o que acontece. Tenho contrato com o Santos e sentarei com presidente e dirigentes para ver o que pensam”, falou o jogador de 28 anos.

“Estou em paz. Treinando não todos os dias, mas quatro ou cinco a cada sete. Trato de manter a forma e pronto para o que vem, seja o que for. Pertenço ao Santos e penso em jogar fora do Peru e voltar a ganhar meu espaço na seleção peruana”, concluiu.

Cueva está emprestado pelo Krasnodar (RUS) até janeiro. O contrato possui cláusula de compra obrigatória por R$ 26 milhões, em três parcelas anuais. O Santos quer alguém para assumir a dívida ou ao menos pagar parte dela e diminuir o prejuízo.

Christian Cueva possui o maior salário do elenco (R$ 600 mil) e será a segunda contratação mais cara da história se o Peixe tiver que arcar com os R$ 26 mi – Leandro Damião é o “líder”, com R$ 42 milhões investidos.

Indicado por Jorge Sampaoli e afastado no segundo semestre, Cueva jogou apenas 16 vezes em 2019, sem fazer gol ou dar assistência.

Leia também!

Liverpool anuncia renovação de Klopp antes do Mundial de Clubes

Ronaldinho Gaúcho 'rechaça' Messi como o "melhor da história"

Caso Thiago Neves sofre reviravolta no Cruzeiro; entenda o que mudou

Crédito da foto: Rodrigo Coca/Flickr/Santos F.C.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade