Sampaoli diz o que achou da presença de Bolsonaro na Vila: “Tem o direito de ir onde quiser”

Em entrevista coletiva, o técnico argentino afirmou ser a favor da democracia e por isso jamais impediria o presidente de ir ao estádio

SUPERLIGA ARGENTINA: RIVER PLATE X SAN LORENZO
SUPERLIGA ARGENTINA: RIVER PLATE X SAN LORENZO
ao vivo
SUPERLIGA ARGENTINA: ROSARIO CENTRAL X BOCA JUNIORS
SUPERLIGA ARGENTINA: ROSARIO CENTRAL X BOCA JUNIORS
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: UNION BERLIN X COLÔNIA
CAMPEONATO ALEMÃO: UNION BERLIN X COLÔNIA
ao vivo
SUPERLIGA ARGENTINA: LANÚS X RACING
SUPERLIGA ARGENTINA: LANÚS X RACING
ao vivo
HIPISMO: 8ª ETAPA LONGINES XTC
HIPISMO: 8ª ETAPA LONGINES XTC
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: BAYER LEVERKUSEN X SCHALKE
CAMPEONATO ALEMÃO: BAYER LEVERKUSEN X SCHALKE
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X DÜSSELDORF
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X DÜSSELDORF
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA MÖNCHENGLADBACH X BAYERN DE MUNIQUE
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA MÖNCHENGLADBACH X BAYERN DE MUNIQUE
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
FOX Sports

Neste sábado (16 de novembro) o Santos empatou em 1 a 1 com o São Paulo na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Brasileirão, e perdeu a chance de passar o Palmeiras, mesmo que de forma provisória, na tabela de classificação. E quem esteve presente no estádio foi o presidente Jair Bolsonaro, que inclusive vestiu uma camisa do Peixe antes do apito inicial.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

A presença do chefe de Estado, inclusive, chegou a gerar polêmica dias antes da partida. Isso porque, chegou a ser veiculada na imprensa a informação de que o técnico Jorge Sampaoli pediria para deixar o Santos, caso fosse obrigado a cumprimentar Bolsonaro. Através de comunicado oficial, porém, o clube negou a notícia.

E questionado sobre o fato de Bolsonaro ter ido à Vila, o técnico argentino deixou claro que preza pela democracia, e por isso jamais impediria a presença do presidente.

“Isso é democracia, o presidente tem direito de ir a onde quiser, não sei o que pensam de achar que posso impedir a presença de alguém, seria uma falta de respeito. Sobre pensamentos políticos, eu prezo por defender a democracia. Eu vivi a ditadura no meu país, nunca seria alguém que não defende isso, e isso é defender que qualquer um pode ir onde quiser. Veja o que acontece na Bolívia, que a democracia está debilitada”, afirmou, durante a entrevista coletiva.

No próximo final de semana, ambas as equipes entram em campo pela 34° rodada do Campeonato Brasileiro. No sábado (23), o Santos recebe o Cruzeiro na Vila Belmiro, às 21h. No dia seguinte, às 19h, o São Paulo enfrenta o Ceará no Castelão.

Saiba mais!

Zé Roberto diz o que Fla e Palmeiras têm em comum

Tinga diz se Cruzeiro cai e avalia trabalho de Abel

Thiago Silva detona Messi após Brasil x Argentina

Créditos da foto: Ivan Storti/ Santos Futebol Clube 

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade