Gritava igual a um maluco Alan Kardec conta como era relação com Jorge Jesus na Europa

‘Gritava igual a um maluco’: Alan Kardec conta como era relação com Jorge Jesus na Europa

Centroavante conversou com a Rádio Energia 97 e comentou sobre o trabalho com o técnico português na época em que ambos estiveram no Benfica

FOX Sports

Com passagens por diversos times no Brasil e atualmente no Chongqing Lifan, da China, o centroavante Alan Kardec conversou na última quinta-feira com a Rádio Energia 97, de São Paulo, e falou sobre o período em que esteve no Benfica e foi comandado por Jorge Jesus, atual treinador do Flamengo. O atacante contou como o português o ajudou na carreira e como era o relacionamento.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

“Sei que todos os momentos que trabalhei com ele foram importantes para a minha carreira, porque pude evoluir. É uma pessoa diferenciada na questão tática e na questão técnica. Ele consegue fazer a equipe jogar”. Alan Kardec destacou a forma agitada como Jorge Jesus sempre trabalhou e a cobrança incessante por parte do português.

“Acabei jogando um pouco mais recuado, que eu jogava um pouco do lado... Acho que isso foi muito daquele feeling, de você perceber que ele está a ensinar, que está a cobrar. Ele teve essa linha de cobrança bem alta, como faz à beira do campo, começa a gritar como um louco ali. Recebia [broncas de Jorge Jesus], de mais. Acho que eu era um dos preferidos dele. O perfil dele é esse mesmo”, disse o centroavante.

Leia também!

Sampaoli pede Valdivia como primeiro reforço no Santos para 2020

Ex-Flamengo faz revelação importante sobre Gallardo antes da final

PSG: Leonardo ‘rebate’ declaração polêmica de Zidane sobre Mbappé

Alexandre Vidal, Marcelo Cortes & Paula Reis / Flamengo

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade