Fluminense e Vasco fazem clássico fraco no Rio de Janeiro e não saem do 0 a 0

Fluminense e Vasco fazem clássico fraco no Rio de Janeiro e não saem do 0 a 0

Ambas as equipes mostraram deficiências técnicas, pouco fizeram e não conseguiram balançar as redes

Gazeta Press

O Fluminense se esforçou muito na noite deste domingo no clássico contra o Vasco e dominou a maior parte do confronto válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar das muitas chances de gol criadas, o placar não saiu do zero a zero no Maracanã.

O empate não foi bom para ambos, e pior para o Tricolor, que segue na zona do rebaixamento, na 17ª colocação com 31 pontos, e pode até cair uma posição se o CSA vencer o Athletico-PR neste domingo, na Arena da Baixada. A equipe de Vanderlei Luxemburgo se manteve na 11ª posição, com 39 pontos.

O Vasco volta a campo na próxima quarta-feira, quando recebe o Palmeiras em São Januário. Já o Flu vai ao Morumbi desafiar o São Paulo na quinta-feira.

Flu manda no primeiro tempo

Pressionado pela ameaça de rebaixamento, o Fluminense entrou em campo mais determinado que o Vasco. Com uma formação que deixava Paulo Henrique Ganso mais avançado e com menos responsabilidade na marcação, o Tricolor dominou a posse de bola e criou as melhores chances de gol. Apagado e lento na saída de bola, o Vasco chegou menos vezes perto do gol de Muriel.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Com menos de um minuto de bola rolando, Ganso cobrou lateral pela direita do ataque e lançou Allan, que entrou na área e chutou em cima de Fernando Miguel. A primeira descida perigosa do Vasco veio num lance em que Marrony desceu pela esquerda, foi ao fundo e cruzou rasteiro para o meio da área. O zagueiro Digão quase marcou contra ao tentar cortar a bola, que acabou saindo pela linha de fundo.

O gol do Flu quase saiu no minuto seguinte. Ganso dominou na entrada da área pela esquerda e tocou por cobertura do outro lado para Danielzinho, que mandou de primeira e acertou o travessão de Fernando Miguel. O Vasco subiu pela direita, Rossi levantou ma área e Marrony acerta bela cabeçada e manda a bola tirando tinta da trave.

O Flu voltou a desperdiçar uma ótima chance de abrir o placar aos 34, em boa trama do ataque. Ganso tabelou com Yony González e tocou para a entrada de Nino livre na área pela esquerda, mas o zagueiro mandou a bola na rede pelo lado de fora.

O Vasco ameaçou aos 37 em jogada pela direita. Rossi enfiou na frente para Pikachu dentro da área e o lateral chutou meio sem ângulo. A bola foi na rede pelo lado de fora com Muriel em cima do lance.

Vasco melhora e Flu pressiona no fim

Vendo sua equipe pressionada, Vanderlei Luxemburgo mexeu no meio de campo com duas substituições no intervalo e mandou o Vasco para o segundo tempo com Marcos Júnior no lugar de Bruno Gomes e Raul na vaga de Guarín.

Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club

Com as mudanças, o Cruz-Maltino conseguiu equilibrar o jogo, que começou em ritmo acelerado na segunda etapa. Com segundos de jogo, Gilberto dominou livre na direita e levantou na área. Ganso cabeceou no canto e Fernando Miguel fez ótima defesa.

Aos cinco, escanteio da esquerda que Yony desviou e a bola sobrou para Marcos Paulo, livre na pequena área, pela direita. O atacante tentou tocar de cabeça e perdeu chance incrível ao errar o gol. O Vasco chegou com perigo aos 14. Pikachu lançou Raul na direita e ele cruzou rasteiro. A bola passou na frente da zaga e Ribamar não alcançou para tocar para o gol.

A torcida pediu e Marcão trocou Ganso por Nenê aos 33, e o meia marcou presença em uma das melhores chances do Flu no jogo aos 34. Com um toque de calcanhar, Nenê serviu Yony na área e este viu a chegada de Danielzinho. De frente para o gol, o meia mandou por cima do travessão. O Flu pressionou nos minutos finais em busca do gol da vitória, mas teve de se contentar com o empate.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ 0 X 0 VASCO-RJ

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 2 de novembro de 2019, sábado
Hora: 19h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Nino, Yony González (Flu); Bruno Gomes, Marrony, Richerd (Vasco)
Renda: R$ 399.385,00
Público: 16.056 (14.206 pagantes)

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto (Pablo Dyego), Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri Lima (Dodi), Allan, Daniel e Paulo Henrique Ganso (Nenê); Marcos Paulo e Yony González
Técnico Marcão

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Osvaldo Henriquez, Leandro Castán e Henrique (Danilo Barcelos); Richard, Bruno Gomes (Marcos Júnior) e Freddy Guarín (Raul); Rossi, Marrony e Ribamar
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Leia também!

Corinthians possui nome favorito para substituir Carille

Atlético de Madrid possui negociações avançadas com joia do Fla

Klopp elege revelação brasileira como ‘talento do século’

LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade