Corinthians: Gustavo revela reunião interna do elenco e relação do time com Carille

Corinthians: Gustavo revela reunião interna do elenco e relação do time com Carille

Centroavante anotou o gol de empate do Corinthians no último lance contra o Goiás e falou sobre os bastidores do Timão

NBB: FLAMENGO X BRASÍLIA
NBB: FLAMENGO X BRASÍLIA
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X COLÔNIA
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X COLÔNIA
ao vivo
CONMEBOL LIBERTADORES: PROGRESO (URU) X BARCELONA (EQU)
CONMEBOL LIBERTADORES: PROGRESO (URU) X BARCELONA (EQU)
ao vivo
CONMEBOL LIBERTADORES: SAN JOSÉ (BOL) X GUARANÍ (PAR)
CONMEBOL LIBERTADORES: SAN JOSÉ (BOL) X GUARANÍ (PAR)
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
Gazeta Press

O Corinthians empatou com o Goiás nessa quarta-feira e Gustavo foi um dos destaques do confronto do Serra Dourada. O centroavante foi escalado na vaga de Mauro Boselli, participou do primeiro gol e fez, de pênalti, o tento que garantiu o empate por 2 a 2 no último minuto do jogo.

Ciente da pressão sobre o técnico Fábio Carille, que decidiu não conceder a tradicional entrevista coletiva, o camisa 19 fez questão de sair em defesa do comandante e negou que tenha havido “nariz torcido” dentro do elenco por causa das declarações recentes do treinador.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

“Jamais. Isso não vai ter e nunca teve. A gente respeita muito o trabalho, ele sabe o que está fazendo, tem toda confiança nossa, vem fazendo um belo trabalho, um cara que ganhou muitos títulos aqui com essa formação e Corinthians é assim, ganhou muitos títulos sem um futebol de brilhar os olhos, mas, ganhando de 1 a 0. É o que tem que fazer, correr, se dedicar e buscar os pontos”, afirmou.

Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club

Apesar da confiança em Carille, Gustavo revelou que antes da delegação alvinegra deixar São Paulo rumo a Goiânia o grupo de atletas se reuniu para uma conversa especial, com o intuito de tirar o time dessa pressão.

“A gente se cobra muito. A gente sabe que pode dar muito mais, a gente se reuniu ali, conversamos bastante antes do treino, nós atletas, para mudar a postura, dar um pouco mais, e hoje conseguimos fazer um grande jogo”, contou. “Nosso ambiente é muito bom, muito tranquilo. Nada que acontece fora do clube entra”, concluiu.

Leia também!

Fla pode igualar Cruzeiro de 2013 e ter ‘vantagem de campeão’

Palmeiras: Alexandre Mattos vai à justiça por supostas ameaças

Racing abre o jogo sobre possível saída de Coudet para o Inter

Crédito: Marco Galvão/ Fotoarena

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade