Uma das noites mais terriveis que passei dirigente detalha episódio de racismo com a Inglaterra

“Uma das noites mais terríveis que passei”: dirigente detalha episódio de racismo com a Inglaterra

Presidente da Federação Inglesa, Greg Clarke lembrou que, no intervalo, jogadores e comissão técnica entraram em consenso de que terminariam a partida, apesar do ocorrido

PRÉ-JOGO LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
PRÉ-JOGO LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
ao vivo
CONMEBOL LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
CONMEBOL LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X PADERBORN
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X PADERBORN
ao vivo
WWE MONDAY NIGHT RAW
WWE MONDAY NIGHT RAW
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
FOX Sports

Neste última segunda-feira (14 de outubro) a Inglaterra goleou a Bulgária, em Sofia, em compromisso pelo Grupo A das Eliminatórias da Euro 2020, mas infelizmente a partida acabou marcada pelo lamentável episódio de racismo envolvendo a torcida búlgara. O confronto precisou ser paralisado mais de uma vez por conta dos cânticos de cunho racista vindo das arquibancadas.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Após a partida, além dos próprios jogadores, a Federação Inglesa (Football Association) soltou uma nota de repúdio pelo ocorrido, afirmando que tomará todas as medidas cabíveis em relação aos atos racistas:

“Confirmamos que jogadores da Inglaterra foram submetidos a abomináveis cânticos racistas enquanto jogavam pelas eliminatórias da Euro 2020 contra a Bulgária. Isso é inaceitável em qualquer nível do jogo e nosso foco imediato é apoiar os jogadores e staff envolvidos.

Como nós infelizmente estamos cientes, esta não é a primeira vez que nossos jogadores são submetidos a esse nível de abuso e não há lugar para esse tipo de comportamento na sociedade, muito menos no futebol, e pediremos à Uefa para investigar com caráter de urgência”, escreveu a entidade.

Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club

Presidente da FA, Greg Clarke, também fez questão de se pronunciar sobre o caso, relatando os bastidores do que aconteceu Estádio Vasil Levski. Segundo o dirigente, essa foi uma das noites “mais terríveis” que passou ao longo de toda a sua trajetória no futebol.

“Foi decepcionente, provavelmente uma das noites mais terríveis que passei no futebol”, afirmou Clarke, que ainda lembrou que, no intervalo, quando a partida já estava 4 a 0 para os ingleses, todos os jogadores e comissão técnica se uniram e entraram em consenso de que terminariam o jogo.

“Vamos terminar o jogo, queremos vencer. Não vamos deixar que o racismo ganhe”, completou.

Leia também!

Flamengo monta operação para ter dois reforços contra o Fortaleza 

Jogador do Palmeiras dispara: “É ruim não estar jogando”

A frase de Carille que pode irritar ainda mais a torcida do Corinthians

Crédito da foto: 

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade