A frase de Fabio Carille que pode irritar ainda mais a torcida do Corinthians neste fim de ano

A frase de Fabio Carille que pode irritar ainda mais a torcida do Corinthians neste fim de ano

Treinador do Corinthians disse que não mudará o esquema tático e muito menos a forma de atuação da equipe nesta reta final de Brasileirão

HIPISMO: 7ª ETAPA LONGINES XTC
HIPISMO: 7ª ETAPA LONGINES XTC
ao vivo
FINAL LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
FINAL LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
ao vivo
PRÉ-JOGO LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
PRÉ-JOGO LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: FORTUNA DÜSSELDORF X BAYERN DE MUNIQUE
CAMPEONATO ALEMÃO: FORTUNA DÜSSELDORF X BAYERN DE MUNIQUE
ao vivo
FÓRMULA E: ARÁBIA SAUDITA - CORRIDA 2
FÓRMULA E: ARÁBIA SAUDITA - CORRIDA 2
ao vivo
NBB: PINHEIROS X FLAMENGO
NBB: PINHEIROS X FLAMENGO
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X PADERBORN
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X PADERBORN
ao vivo
FÓRMULA E: ARÁBIA SAUDITA - CORRIDA 1
FÓRMULA E: ARÁBIA SAUDITA - CORRIDA 1
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
Gazeta Press

Fábio Carille admitiu que o Corinthians passa por dificuldades em campo e atribuiu boa parte desse problema a ausência de características ideais em seu elenco que casem com a maneira da equipe jogar. Para o comandante, falta jogador de velocidade, que dê profundidade e um meia que chegue mais perto do centroavante.

Apesar disso, Carille deixou claro, após a derrota para o São Paulo, que não vai mudar a formação tática do Corinthians para o restante da temporada. O tema ganhou destaque também depois da entrevista de Mauro Boselli, na última quarta-feira.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

“Não tenho tempo para isso, cara. A gente não tem tempo, jogamos quinta, hoje (domingo) e já tem jogo quarta-feira. Você faz muito pouco, não tem tempo. Eu acredito muito nesse sistema, o clube também, falamos isso numa reunião ontem (sábado) sobre a questão de planejamento, e temos de atacar nisso para que o Corinthians volte a ser forte”, afirmou.

“Por incrível que pareça, estamos em quarto. Não dá para entender. O que está jogando não era para estar em quarto. Era para estar fora da zona de classificação da Libertadores. Então, alguma coisa tem de bom. A entrega, a vontade, organização defensiva. E a gente tem que acrescer na parte ofensiva, e eu estou tendo dificuldade de fazer isso”, reconheceu.

Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club

Uma das mudanças mais pedidas por parte da imprensa e da torcida é a mudança de posicionamento de Pedrinho, talvez o grande destaque do Corinthians na temporada. Mas, nem isso deve ocorrer.

“Tentei fazer isso contra Vasco, jogando Ramiro pelo lado e não funcionou. Pedrinho eu acompanho desde o Sub-17, nunca vi jogar por dentro, sempre foi Fabrício (Oya) de 10 e ele fazendo a ponta (na base). Ele faz o Fagner jogar, uma mudança dessa, que eu queria testar na Copa América e não consegui, precisa de tempo. Sem tempo não vou fazer mudanças”, avisou, antes de relatar como pretende fazer a equipe melhorar.

“Primeiro é retomar a confiança, acho que a gente perdeu a confiança. Deu uma resposta muito boa na volta da Copa américa, estou sentindo alguns jogadores importantes com a confiança um pouco pra baixo”.

Um desses atletas é Clayson, atacante que Carille tanto admira, mas não vive grande fase. Mesmo assim, o comandante fez questão de proteger o jogador.

“Não vamos começar a direcionar um jogador, porque tem muitos jogadores abaixo, não é de hoje, e esses jogadores têm de ter uma retomada no Corinthians”, concluiu o treinador.

Saiba mais!

Filha de Renato Gaúcho relata agressão por torcedores do Fla: "Horrorizada"

Fla x Grêmio: Ronaldinho Gaúcho revela torcida na Libertadores

Pegou mal? Ribéry aconselha dupla de joias a não acertar com o Bayern

Crédito: Ricardo Moreira/ Fotoarena

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade