Em crise, Cruzeiro oficializa a saída de Itair Machado, vice presidente de futebol

Em crise, Cruzeiro oficializa a saída de Itair Machado, vice-presidente de futebol

Na noite desta quinta-feira, o clube mineiro emitiu uma nota oficial que também informa que o presidente Wagner Pires de Sá deseja antecipar as eleições presidenciais para janeiro de 2020

FOX Sports

O Cruzeiro vive momentos conturbados. Na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com 21 pontos, e sem vencer há oito partidas, o clube mineiro passa também por problemas internos. Nesta quinta-feira, a Raposa comunicou a saída de Itair Machado, vice-presidente de futebol.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

O Cruzeiro também comunicou que o presidente Wagner Pires de Sá também deseja antecipar as eleições do clube para janeiro de 2020. Veja abaixo o comunicado oficial.

O presidente do Cruzeiro EC, Wagner Pires de Sá, no intuito de apaziguar o forte momento político vivido pelo Clube nos últimos meses, tomou duas decisões importantes na tarde desta quinta-feira:

a primeira delas será antecipar as eleições do Clube para janeiro de 2020, mas para isso será necessário um acordo com os vice-presidentes Herminio Lemos e Ronaldo Granata, que também foram eleitos e terão que dar anuência.

a segunda foi pela saída imediata do vice-presidente, Itair Machado, que a partir de agora deixa o comando do futebol, que será dirigido pelo presidente do Conselho Deliberativo, Zezé Perrella.

Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club

Itair Machado esteve à tarde na Toca da Raposa se despedindo dos jogadores, comissão  técnica e funcionários, que desejaram boa sorte em suas próximas jornadas.

O presidente Wagner Pires de Sá salientou que sua decisão deve-se ao grave momento politico que o Cruzeiro atravessa, atrelado à forte crise financeira. Wagner Pires de Sá revelou, mais uma vez, que assumiu o Clube tremendamente endividado, tendo pago durante o seu mandato mais de R$ 150 milhões de dívidas da administração anterior, além das despesas mensais de salários de funcionários e jogadores e os respectivos impostos. Acrescentou ainda que, diante das constantes disputas políticas, o Clube foi perdendo chances seguidas de recorrer ao mercado para corrigir suas finanças.

Com esse acordo, as duas reuniões do Conselho Deliberativo marcadas para o dia 21 próximo estão canceladas. 

Resumindo: o presidente Wagner Pires de Sá continua no cargo até a realização das próximas eleições, Itair Machado deixa a vice-presidência, e Zezé Perrella assume o comando do futebol do Cruzeiro e estará presente em Chapecó na partida de domingo contra a Chapecoense.

Leia também!

Roberto Carlos revela a decisão que 'derrubou' Luxemburgo no Real Madrid

Flamengo pode ficar perto de marca que garantiu título quatro vezes nos pontos corridos

Guardiola aponta jogador que não pode sair do City nem por proposta milionária

(Crédito da imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade