Messi surpreende ao revelar apelido que se incomoda no futebol Não quero que os meus filhos ouçam

Messi surpreende ao revelar apelido que se incomoda no futebol: 'Não quero que os meus filhos ouçam'

Aos 32 anos, o craque argentino revelou também que já pensa em aposentadoria, mas evitou cravar uma idade exata para sua despedida dos gramados

Gazeta Press

Conhecido por falar pouco, Lionel Messi concedeu uma entrevista à rádio catalã RAC1 e comentou sobre diversos assuntos. Chamado de “D10S” pela torcida do Barcelona, uma brincadeira feita com o número 10 e a palavra “Deus” em espanhol, o argentino disse que, na verdade, não gosta muito do apelido.

“Não gosto que me comparem com Deus. É muito exagerado dizerem isso, não quero que os meus filhos ouçam porque eles copiam tudo. Não é bom ouvirem algo assim”, disse.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

O jogador falou também sobre Neymar, um dos seus grandes amigos no mundo da bola, e revelou que achava que o brasileiro acertaria sua transferência para o Real Madrid.

“Sinceramente, pensei a certa altura, sobretudo neste mercado, que se Neymar não viesse para o Barcelona, iria para o Real Madrid, porque pensei que ele tinha vontade de sair do Paris Saint-Germain. Neymar tinha demonstrado o desejo de uma mudança, e eu achava que Florentino Pérez e o Real Madrid iam fazer alguma coisa para levá-lo”, afirmou.

Além disso, o ídolo do Barcelona respondeu se, um dia, já pensou em seguir o exemplo de Neymar e também deixar o clube catalão.

Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club

“Com o problema com a receita (espanhola) em 2013/14, me passou pela cabeça sair, não por querer deixar o Barça, mas para sair de Espanha. Sentia que estava sendo maltratado, não queria continuar. Não tive nenhuma oferta porque todos sabiam que a minha ideia era continuar aqui”, afirmou.

Aos 32 anos, o craque argentino revelou também que já pensa em aposentadoria, mas evitou cravar uma idade exata para sua despedida dos gramados.

“Vou medindo isso a cada ano, vejo se estou bem ou mal, se posso continuar ou não… Entramos numa idade onde as coisas começam a custar, é normal e lógico. Posso dizer (que vou me aposentar) aos 35, 36… Mas posso chegar a essa idade e já mal me mexer”, completou.

Leia também!

Libertadores: Grêmio confirma Geromel para o jogo da volta

NBB: veja como foi a festa de lançamento da temporada 19/20

Palmeiras tem dois desfalques confirmados para encarar o Santos 

(Crédito da imagem: Agência EFE)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade