Números do VAR: Vasco tem mais interferências a favor, Palmeiras possui mais contra, veja

Durante o programa Expediente Futebol desta terça-feira, o comentarista de arbitragem FOX Sports Carlos Eugênio Simon detalhou as interferências do árbitro de vídeo no Brasileirão e revelou quais os times com mais interferências a favor e contrárias

FOX Sports

O VAR tem sido o principal personagem do Campeonato Brasileiro até o momento. Recurso implementado neste ano, tem gerado muitas polêmicas pelas decisões tomadas e gera a discussão em relação à qualidade da arbitragem brasileira.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Durante o programa Expediente Futebol desta terça-feira, foi feito um levantamento de todas as vezes que o VAR interferiu. O resultado foi o seguinte: dos 230 jogos até aqui, 111 tiveram interferência direta no resultado. Ainda, a cada rodada, cinco jogos têm interferência do árbitro de vídeo. Ou seja, metade dos jogos da rodada. Para Carlos Eugênio Simon, ex-árbitro e comentarista FOX Sports, isso evidência o fraco desempenho do árbitro no Campeonato Brasileiro.

"A cada dez jogos por rodada, cinco tem interferência do VAR. A minha opinião: é muito alto. O que comprova isso? O fraco desempenho do árbitro do Campeonato Brasileiro dentro do campo. Porque de cada dez jogo, cinco tem intervenção? Todas essas polêmicas, reclamações. Tudo isso, se não tivesse o VAR, teria uma hecatombe no futebol brasileiro. Porque aí sim teríamos todos esses erros, que o VAR veio para fazer justiça. A arbitragem brasileira vai mal", afirmou.

Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club

No levantamento, 38 pênaltis foram marcados a partir do uso do VAR. Em 26 oportunidades anulou gol e em 18 validou. Essas interferências representam 73,8% do total de vezes que o árbitro de vídeo foi acionado. O Vasco da Gama foi o clube que teve o maior número de interferências favoráveis do VAR no Campeonato Brasileiro, 12 ao todo. Cinco vezes foram contrárias, totalizando 17 interferências. Em seguida, vem o Bahia com oito a favor e quatro contrárias, totalizando 12. Fechando o top 3, o Grêmio, com seis a favor e duas contrárias, totalizando oito. O Palmeiras é o clube que tem mais interferências contrárias. O Alviverde soma oito intervenções adversas e três favoráveis.

Em relação aos árbitros, Dewson Fritas da Silva foi o que mais utilizou o VAR: oito vezes. Em seguida, Ricardo Marques Ribeiro, com seis mudanças a partir da ida à cabine. Fechando o top 3, Rodrigo D’Alonso Ferreira e Anderson Daronco, com as mesmas seis idas à consulta do árbitro de vídeo e, posteriormente, mudança de decisão.

Leia também!

Libertadores: Grêmio confirma Geromel para o jogo da volta

NBB: veja como foi a festa de lançamento da temporada 19/20

Palmeiras tem dois desfalques confirmados para encarar o Santos  

Crédito da foto: Lucas Figueiredo/CBF

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade