Athletico PR pressiona mas nao consegue vencer a Chape no Brasileiro

Athletico-PR pressiona, mas não consegue vencer a Chape no Brasileiro

Com o resultado, o Furacão não conseguiu se aproximar do pelotão da frente na tabela

Gazeta Press

O Athletico-PR dominou a partida contra a Chapecoense, neste domingo (29 de setembro), mas não conseguiu sair com a vitória. Em duelo válido pela 22ª rodada do Brasileirão, paranaenses e catarinenses empataram por 1 a 1, na Arena da Baixada.

Os mandantes tiveram o maior controle da partida e o ímpeto para chegar ao fundo das redes. Mesmo assim, foi a Chape que abriu o placar na primeira etapa com Arthur Gomes, forçando o Furacão a ir ainda mais para cima. Na etapa final, o tento de empate veio em cobrança de empate de Nikão, mas a remontada parou por aí.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Com o resultado, o Athletico-PR não conseguiu se aproximar do pelotão da frente. A equipe, que recentemente faturou a Copa do Brasil, está na 9ª colocação, com 31 pontos somados, três a menos que o 8º Bahia, que ainda não jogou na rodada.

Já para a Chapecoense, o ponto conquistado com o empate ajuda, mas não tira os catarinenses da lanterna. A Chape, que ainda tem um jogo a menos contra o Corinthians, tem 15 pontos na 20ª colocação, sete a menos que o Fluminense, primeira equipe fora da degola.

O jogo

Mais atrás e se preocupando em não dar espaços para os mandantes, foi a Chapecoense quem abriu o placar, ainda na primeira etapa. Aproveitando uma rara descida, Bruno Pacheco teve espaço pelo lado esquerdo após cobrança rápida de falta. O meia enxergou dois companheiros na área e cruzou. A bola passou para o primeiro, mas não pelo segundo. Arthur Gomes completou de primeira e movimentou o marcador.

Fla ou Grêmio? PVC, Benja e companhia elegem quem tem o futebol mais bonito do país

Pressionando, o Athletico-PR não conseguiu empatar antes do intervalo. Os paranaenses tiveram chances em duas batidas de Cirino e uma cabeçada de Cittadini.

A situação mudou na segunda etapa. De tanto martelar, saiu o gol de empate dos donos da casa. Em cobrança de falta na intermediária aos 11 minutos, Nikão encheu o pé, a bola passou no meio da barreira e por Tiepo, que ainda tocou na redonda antes de entrar.

Carlos Alberto toma uma guilhotina em aula de MMA com equipe do FOX Fight Club, veja

A pressão persistiu em busca da virada. Cirino teve mais uma chance dentro da área, bloqueada pela defesa da Chape. Depois, Tiago Nunes foi mais para cima e colocou os atacantes Marco Ruben e Everton Felipe no lugar dos meio-campistas Wellington e Cittadini.

O camisa 9 argentino teve boa chance, já aos 38, em cabeçada após cobrança de escanteio que explodiu no travessão. A bola, porém, teimou em não entrar novamente e o placar terminou 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO-PR 1X1 CHAPECOENSE

Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

VAR: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Cartões Amarelos: Elicalos (Chapecoense)

Gols: Arthur Gomes, aos 30 minutos do 1º tempo, para a Chapecoense; Nikão, aos 11 minutos do 2º tempo, para o Athletico-PR

ATHLETICO-PR: Santos; Madson, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington (Marco Ruben), Bruno Guimarães e Léo Cittadini (Everton Felipe), Nikão, Rony (Pedrinho) e Marcelo Cirino.

Técnico: Tiago Nunes

CHAPECOENSE: Tiepo, Eduardo, Douglas, Rafael Pereira e Roberto; Elicarlos, Márcio Araújo e Camilo (Augusto) e Bruno Pacheco; Everaldo e Dalberto (Arthur Gomes).

Técnico: Marquinhos Santos.

Leia também!

Jornal critica chegada de reforços “badalados” ao Real Madrid

Ceni é anunciado por outro clube da Série A após deixar Cruzeiro

Flamengo: Rafinha se diz ‘vacinado’ para semi contra o Grêmio

(Crédito da foto: divulgação/ C. Athletico-PR) 

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade