Renato diz que deu nó tático em Sampaoli e alfineta: 3 a 0 ficou barato

Renato diz que deu nó tático em Sampaoli e alfineta: "3 a 0 ficou barato"

Logo após a vitória sobre o Santos, técnico do Grêmio destacou mais uma atuação da sua equipe na temporada

FOX Sports

No último jogo deste sábado, o Grêmio atropelou o Santos na Vila Belmiro. Vitória por 3 a 0 e mais uma entrevista memorável de Renato Gaúcho, que exaltou o futebol praticado pelos seus comandados.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Durante a coletiva, o treinador voltou a bater na tecla de que o Imortal é dono do melhor futebol do país. Além disso, Renato deixou claro que deu um nó tático em Jorge Sampaoli e afirmou que o placar foi pouco em campo.

"É muito difícil vencer do Santos aqui. O Santos teve duas, três oportunidades no início do jogo. Depois, ficou barato o 3 a 0. Se o Grêmio aproveitasse melhor as oportunidades, seria melhor o placar. Todo jogo é importante. Vencemos o Cruzeiro em BH e vencemos o Santos aqui na Vila. Fazia muito tempo que o Santos não perdia aqui. O Grêmio venceu e convenceu. Batemos em um time que está no G4 e estamos encostando. É um exemplo a mais que o Grêmio joga só pra vencer. O Grêmio faz esse tipo de futebol bonito há três anos", afirmou Renato, que completou:

"Não é menosprezo aos outros times. Queria que mais times jogassem esse futebol que é característico do Brasil. Mas eu estou temeroso pelo futebol brasileiro. Boa parte dos times joga por uma bola. O Grêmio não vai vencer todos os jogos. O Grêmio vai perder. Mas estamos recuperando os nossos jogadores. Estou feliz pelo meu time. Respeito os outros treinadores. Qualquer um joga do jeito que quer. Na minha cabeça, jogando dessa forma que a gente joga, estamos sempre mais perto da vitória", disse Renato.

Fla ou Grêmio? PVC, Benja e companhia elegem quem tem o futebol mais bonito do país

CR7, Messi ou Van Dijk? PVC, Bolívia, Benja e companhia elegem o melhor do mundo

Em outra pergunta, Renato foi questionado sobre o sétimo lugar na tabela e a evolução da equipe. Segundo ele, a intenção é deixar a equipe entre os quatro da ponta. Para seguir crescendo, ele destacou a atuação diante do adversário.

"Agora que estamos só em duas competições, estamos recuperando os pontos no Brasileiro. Nosso aproveitamento melhorou no Brasileiro. Vamos continuar trabalhando para buscar as vitórias para alcançar o G4, no mínimo. Como muitas pessoas falaram que foi um nó tático do Santos lá em Porto Alegre, eu não vi isso. Nó tático foi hoje", finalizou.

Leia também!

Mãe de Cristiano Ronaldo revela time de infância do craque

Fla de Jesus está perto de atingir marca histórica no Brasileirão

Guardiola admite 'desafio' que terá que enfrentar no City

(Crédito da imagem: Lucas Uebel/Grêmio)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade