Vem mudança por aí? Carille revela se mudará Corinthians após serie de tropeços em sequência

Vem mudança por aí? Carille revela se mudará Corinthians após serie de tropeços em sequência

Equipe empatou com Ceará, e perdeu para Fluminense e Independiente del Valle. O técnico foi questionado se planeja mudar a equipe nos próximos jogos

WWE MONDAY NIGHT RAW
WWE MONDAY NIGHT RAW
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
Gazeta Press

A oscilação do Corinthians dentro das partidas tem chamado atenção nessa temporada, principalmente nos últimos jogos. Os dois últimos desafios pelo Campeonato Brasileiro são os maiores exemplos. Contra o Ceará, o time sofreu o empate depois de abrir 2 a 0 na etapa inicial. Já contra o Fluminense, a equipe não conseguiu manter o ritmo após um começo avassalador, de muita pressão e imposição. Acabou derrotada por 1 a 0.

O problema já foi diagnosticado por Fábio Carille. O técnico sabe que precisa corrigir o time e entende que o fato de ter jogadores jovens, como Pedrinho, Vital e Janderson contribui para esse tipo de comportamento.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

“Contra o Ceará eu alertei no intervalo para que a gente não caísse numa armadilha e tomamos empate em casa. Fizemos 25 minutos maravilhosos contra o Fluminense e caiu. Parece que perde um pouquinho (…) vem pela idade também, de ter responsabilidade”, comentou. “Repetindo: a gente está com meninos que têm de ir para campo e tem de se acostumar com esse tipo de jogo. A gente sabe que vai encontrar jogos assim”, continuou o treinador, logo após o revés para o Del Valle pela semifinal da Copa Sul-Americana.

“A gente começou a acelerar o jogo, estamos ainda não sabendo controlar a vontade. Primeiro tempo muito afoito, querendo buscar a vitória de qualquer jeito, lançando bola para frente, querendo que as coisas aconteçam de uma forma rápida”.

Fla ou Grêmio? PVC, Benja e companhia elegem quem tem o futebol mais bonito do país

CR7, Messi ou Van Dijk? PVC, Bolívia, Benja e companhia elegem o melhor do mundo

Apesar da insatisfação e dos resultados ruins, Fábio Carille refutou a ideia de fazer grandes mudanças no time para a sequência da temporada.

“Fazer grandes mudanças é tempo para trabalhar. A gente não vai ter tempo para trabalhar, tem que ter muito cuidado, porque fazer poucos treinos e grandes mudanças o resultado pode ser pior ainda”, avisou.

(Crédito da imagem: Marco Galvão/Foto Arena)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade