Carille ve time de 2019 menos cascudo que o de 2012 mas garante Satisfeito com o grupo

Carille vê time de 2019 menos "cascudo" que o de 2012, mas garante: "Satisfeito com o grupo"

Após a derrota por 2 a 0 para o Independiente del Valle, o técnico do Corinthians falou sobre a presença muitos de jogadores jovens no seu plantel

FOX Sports

Nesta quarta-feira (18 de setembro) o Corinthians largou atrás na semifinal da Conmebol Sul-Americana e perdeu por 2 a 0, na Arena, para o Independiente del Valle, do Equador. Após a partida, o técnico Fábio Carille comparou a sua equipe atual à o Alvinegro teve em 2012, quando conquistou a Libertadores.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Segundo Carille, a principal diferença diz respeito à experiência do elenco, que tinha jogadores com mais rodagem, cascudos. Algo diferente deste ano, onde tem uma equipe com muitos jovens, a exemplo de Pedrinho, Matheus Vital, Janderson, entre outros.

"A gente passa a ser, pela nossa sequência, um time visado. Temos de encontrar alternativas, estão marcando bem o time, jogando no contra-ataque. Contra Ceará alertei no intervalo para que a gente não caísse numa armadilha. Levamos o empate em casa, fizemos 20 minutos maravilhosos contra Fluminense, depois a gente caiu. Às vezes perde o interesse, vem pela idade, de ter um pouco mais de responsabilidade. É um grupo novo, Libertadores só tinha nego malandro, jogador vivido. Hoje esses jogadores precisam se acostumar com esse tipo de jogo", afirmou o treinador.

Fla ou Grêmio? PVC, Benja e companhia elegem quem tem o futebol mais bonito do país

CR7, Messi ou Van Dijk? PVC, Bolívia, Benja e companhia elegem o melhor do mundo

“As dificuldades acontecem botando em jogo. Hoje foi jogo de imposição física, o jogador que ele escolheu para marcar Pedrinho é atacante de beirada pelo lado direito e marcou ele muito bem, grande surpresa. Todos nós perdemos, mas nesses momentos um time mais cascudo é sempre importante. Mas tem de botar para jogar. Sobre elenco, agradeci a diretoria que na dificuldade trouxe os reforços. Estou muito satisfeito com o grupo", completou.

O jogo de volta contra os equatorianos está marcado já para a próxima semana, no dia 25, no Equador. Para avançar, o Corinthians precisa vencer por três gols de diferença.

Leia também!

'Quer o Flamengo', diz agente de ex-Inter de Milão

CR7 revela o melhor jogador que já enfrentou na carreira

Messi na Libertadores? Ex-parceiro do craque diz que seria maravilhoso

(Crédito da imagem: Richard Callis/ Fotoarena) 

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade