O motivo que fez Arsène Wenger recusar proposta de clube inglês

O motivo que fez Arsène Wenger recusar proposta de clube inglês

Em entrevista ao beIN Sports, o treinador que passou 22 temporadas no Arsenal ainda abriu o jogo e disse que mantém conversas com os Gunners

FOX Sports

Sem treinar nenhum clube desde 2018, quando deixou o comando do Arsenal após 22 temporadas, Arsène Wenger admitiu a hipótese de voltar aos Gunners. Em entrevista ao beIN Sports, o francês falou que ainda mantém contatos com o clube londrino.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Fla ou Grêmio? PVC, Benja e companhia elegem quem tem o futebol mais bonito do país

“Tenho mantido contato com muitas pessoas no clube, apesar de ter procurado manter a distância. Penso que ainda é um pouco cedo, mas gostava de voltar ao clube, não como treinador, mas talvez como uma mais-valia para o departamento de futebol”, afirmou.

Mesmo com todo o carinho declarado pelo Arsenal, o treinador confirmou que outro clube inglês o procurou. Trata-se do Fulham. No entanto, o francês recusou a proposta.

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Brasil Futebol Expo reúne indústria do futebol de 4 a 8 de setembro

“Estive tentado, mas tive medo de me atirar assim de cabeça para o projeto. Neste momento sinto-me como alguém que acordou de um coma de 35 anos e que finalmente vê algo diferente que o meu clube, o jogo e o meu trabalho. Por isso achei que precisava de mais algum tempo para analisar as coisas à distância”, finalizou.

Leia também!

Ídolo do Atlético de Madrid rasga elogios a Lodi

Filipe Luís abre o jogo sobre porque escolheu o Flamengo

Presidente do Barça dá declaração que pode fazer Neymar sonhar com retorno

Crédito da foto: EFE

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade