Técnico do Milan diz que Paquetá tem que ser menos brasileiro e cobra solidez do meia

Técnico do Milan diz que Paquetá tem que ser menos brasileiro e cobra solidez do meia

Em entrevista após a vitória por 1 a 0 sobre o Brescia, Marco Giampaolo admitiu que ex-Flamengo precisa evoluir em alguns aspectos

Gazeta Press

Neste sábado, o Milan, de Lucas Paquetá, venceu o Brescia pelo placar de 1 a 0. O brasileiro, contudo, parece ainda não ter caído nas graças do novo treinador da equipe, Marco Giampaolo.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Após o triunfo, o comandante foi perguntado sobre a atuação do ex-Flamengo. Em entrevista à DAZN, ele deu uma declaração um tanto quanto curiosa em relação ao estilo de jogo do comandado:

“Na maneira como vejo as coisas, Paquetá pode ser um excelente “mezzala” (um termo italiano para o meio-campista que joga mais avançado pelos lados). Ele só precisa aprender a ser um pouco menos brasileiro às vezes, um pouco mais sólido”, disse.

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Lucas Paquetá entrou no segundo tempo da partida na função de volante. Inclusive chegou a chutar uma bola na trave.

“Nos últimos dez minutos, desloquei ele mais para a frente para fazer esse papel também, mas eu prefiro um jogador com características de atacante”, completou.

Leia também!

Cuéllar faz post emocionante após deixar o Flamengo

Neymar comunica ao PSG que fica no clube francês

De Ligt revela o ato de CR7 que o impressionou na Juve

Crédito da imagem: EFE

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade