Quatro jogos de gigantes brasileiros são citados como maior rivalidade interestadual; veja o líder

4 jogos de gigantes brasileiros são citados como “maior rivalidade interestadual”; veja o líder

Comentaristas FOX Sports deram seus pitacos sobre qual duelo entre times de estados diferentes é mais emblemático no futebol brasileiro. Confira abaixo

FOX Sports

Nesta terça-feira (28 de agosto), o FOX Sports transmite com exclusividade, a partir das 20h30, o confronto Palmeiras x Grêmio, válido pelas quartas de final da Conmebol Libertadores. Com muitos jogos históricos, o duelo é uma das maiores rivalidades interestadual do futebol brasileiro.

Além de alviverdes e tricolores, o cardápio tem muitas rivalidades que marcaram época por aqui, seja em confrontos de Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil. Ao todo, selecionamos sete clássicos. Confira abaixo todos e a opinião dos jornalistas do FOX Sports sobre qual jogo o bicho de fato pega entre as equipes.

Grêmio x Palmeiras: foram quatro duelos na Libertadores de 1995, na fase de grupos e quartas. E final feliz para o Imortal em um jogo histórico. Na ida, pelas quartas de final, vitória tricolor por 5 a 0, em Porto Alegre. Na volta, o Palmeiras aplicou 5 a 1 no Grêmio, que ficou com a vaga. Além disso, eles se enfrentaram na Copa do Brasil de 2012, com final feliz para o Verdão, que foi campeão da competição. No primeiro jogo das quartas de final da Conmebol Libertadores, melhor para o Palmeiras, que venceu por 1 a 0 em Porto Alegre. A volta, no Pacaembu, será transmitida pelo FOX Sports, a partir das 20h30, de forma exclusiva.

Corinthians x Flamengo: as duas maiores torcidas do Brasil. Só por isso, a rivalidade entre os dois já é potencializada. Confrontos importantes também marcaram esse embate. Pelo lado carioca, as classificações no Rio São Paulo de 1997 e na Libertadores 2010 estão até hoje na memória dos rubro-negros. Pelo lado do Timão, tirar o atual campeão do Brasileirão de 1984 e o título da Supercopa do Brasil de 1991 sobre o Flamengo também são inesquecíveis para o torcedor corintiano.

Athletico-PR x São Paulo: em 2005, as equipes fizeram a decisão da Libertadores, com final feliz para o time paulista. Na época, o Furacão teve de jogar a final no Beira-Rio, por conta da capacidade da Arena da Baixada. Os dirigentes do Athletico-PR acreditam que a pressão dos são-paulinos na Conmebol fez a diferença. Além disso, eles tiveram a rivalidade acirrada fora das quatro linhas. A ida polêmica de Dagoberto para o Morumbi irritou bastante os paranaenses, que provocavam com o jejum do São Paulo, em Curitiba.

Corinthians x Internacional:  Tudo começou na decisão do Brasileirão de 1976, quando o Inter foi campeão em cima do Corinthians. Mas o auge da rivalidade aconteceu no Brasileirão de 2005. Na época, jogos adiados por escândalo de arbitragem. Com isso, o Inter ficou atrás do Corinthians na tabela (já que o Timão havia perdido e depois venceu o confronto remarcado). No duelo entre os dois, empate em 1 a 1, no Pacaembu, marcado pelo pênalti claro sofrido por Tinga, ignorado por Fabio Costa. O meio-campista ainda foi expulso.

Dois anos depois, em 2007, o Corinthians acabou rebaixado para a Série B. Na última rodada, o clube paulista dependia de uma vitória do Colorado contra o Goiás para escapar. O Inter acabou perdendo. Em 2009, as equipes decidiram a Copa do Brasil, e o Corinthians saiu de campo com o caneco. A provocação maior foi por conta de um DVD entregue pelos gaúchos com erros de arbitragens a favor dos paulistas. O objetivo virou alvo de gozação do Corinthians.

Em 2014, o Internacional se uniu ao rival Grêmio em um julgamento do meia Petros. O meia foi escalado contra o Coritiba com um contrato sem registro na CBF. No entanto, o clube paulista foi absolvido e tirou onda com o rival nas redes socais citando o episódio do DVD.

Cruzeiro x Palmeiras: os dois clubes com sangue italiano tiveram uma enorme rivalidade nos anos 90. Em 1996, decidiram a Copa do Brasil, com final feliz para o time mineiro. O troco alviverde veio dois anos depois, na conquista da primeira Copa do Brasil do currículo. Ainda no mesmo ano, eles se enfrentaram pelas quartas do Brasileirão, com final feliz para o Cruzeiro.

Em âmbito internacional, o Palmeiras eliminou o Cruzeiro na Mercosul de 1999 com direito a um 7 a 3 aplicado no adversário. No ano seguinte, também pela Mercosul, novamente o time paulista se deu melhor. Em competição nacional, o Verdão deixou a Raposa para trás na Copa dos Campeões, em 2000. Na Libertadores de 2001, o Palmeiras também eliminou o Cruzeiro durante o confronto.

O último embate entre Palmeiras e Cruzeiro foi no ano passado. Pela Copa do Brasil de 2018, a Raposa levou a melhor na semifinal, foi para a decisão e acabou vencendo a competição mais uma vez.

Atletico-MG x Flamengo: a rivalidade acirrou nos anos 80. Na decisão do Brasileirão de 1980, o Flamengo levou a melhor sobre o Galo e ficou com o caneco da competição. No ano seguinte, o confronto de maior polêmica: a Libertadores de 1981, quando os atleticanos reclamam até hoje das expulsões de José Roberto Wright, que tirou cinco jogadores do Galo no confronto pela primeira fase da competição. A partir do vermelho aplicado para Reinaldo, o primeiro a ser expulso, o jogo não existiu mais. Confusão a todo instante e muita reclamação dos jogadores do Atlético-MG, que diziam na época que tudo era armado a favor do time carioca.

Em 1987, as equipes voltaram a se enfrentar pela semifinal da Copa União. O Flamengo levou a melhor e avançou à decisão. O lance mais emblemático foi o gol feito por Renato Gaúcho. O polêmico atacante anotou uma pintura e na comemoração passou na frente de Telê Santana, então técnico do Galo, que cortara o atacante da Copa do Mundo de 1986.

Em 2014, o Atlético-MG conseguiu uma classificação histórica em cima do Flamengo. Depois de perder por 2 a 0 na ida da semifinal da Copa do Brasil, o Galo recebeu o time carioca no Mineirão e aprontou. Saiu perdendo por 1 a 0, mas acabou virando para 4 a 1. Na decisão, foi campeão em cima do rival Cruzeiro.

Flamengo x Palmeiras: times que mais investem no futebol brasileiro, os dois viram a rivalidade crescer absurdamente nas gestões Eduardo Bandeira de Mello x Paulo Nobre. Em 2016, cariocas e paulistas disputavam o título do Brasileirão, que ficou com o alviverde. Após garantir o caneco, muita provocação do Palmeiras por conta do ‘cheirinho’. Em 2018, o Palmeiras novamente brigou pela conquista do Brasileirão com o Flamengo e levou a melhor. Neste período, Bandeira de Mello reclamou muito da arbitragem.

Nos anos 90, Flamengo e Palmeiras também fizeram jogos históricos.  Na Copa do Brasil de 1998, o Verdão eliminou o Flamengo com uma virada história por 3 a 2, que teve Euller como protagonista. No ano seguinte, troco rubro-negro. Conquista da Mercosul em cima do Palmeiras, com Lê sendo o grande herói do último troféu conquistado pelo Flamengo em âmbito internacional.

Confira abaixo a análise dos comentaristas FOX Sports:

PAULO VINICIUS COELHO – PVC - Atlético x Flamengo

“Atlético x Flamengo, por ser uma rivalidade de 40 anos. Que passa de pai para filho.”

LUCIANO CALHEIROS - Corinthians x Inter

“Rivalidade nasce em 1976, na decisão do Campeonato Brasileiro. 29 anos depois, o Corinthians deu o troco no Brasileirão mais polêmico da história. Na reta final do campeonato, um confronto direto que traumatizou os colorados, num erro clamoroso do árbitro Márcio Rezende de Freitas, ao não marcar um pênalti em Tinga, ainda expulsando o jogador. Em 2009, em nova revanche, dessa vez na Copa do Brasil, sobrou provocações na conquista do Corinthians, na polêmica do “DVD”. Decisões que alimentam até hoje uma rivalidade sem fim.”

HAMILTON RODRIGUES - Atlético x Flamengo

Atlético x Flamengo

"Atlético-MG x Flamengo é o maior clássico porque traz na história dos confrontos a decisão da Libertadores apitada pelo Jose Roberto Wright em 1981, a final do brasileiro com o mítico gol do Nunes em 1980, o gol de Renato calando o Mineirão e provocando Telê Santana em 1987, a eliminação imposta pelo galo em 2014 rompendo a semifinal e batendo o Cruzeiro no título da Copa do Brasil, entre outras lembranças. Um Atlético-MG x Flamengo nunca é para cumprir tabela, sempre decide alguma coisa.”

OSVALDO PASCOAL - Grêmio x Palmeiras

"A história de grandes confrontos e de muita rivalidade. Dois gigantes vencedores valentes dentro de campo. Jogaço"

JOÃO GUILHERME - Atlético x Flamengo

“Pelo que aconteceu nos anos 80 com grandes decisões e muitas polêmicas, Flamengo x Atlético formam a maior rivalidade interestadual.”

FELIPE MOTTA - Atlético x Flamengo

“Flamengo x Atlético-MG: Já fiz matéria sobre o tema algumas vezes. Entendi o tamanho da rivalidade porque tenho grande amigo atleticano, que tem o Flamengo como um rival tão "indigesto" quanto o Cruzeiro. E depois notei que ele faz parte de um enorme grupo de atleticanos. Claro que a rivalidade tem início nos anos 80, especialmente no polêmico jogo do José Roberto Wright. Mas para mim, é o maior entre todos.”

EUGÊNIO LEAL - Flamengo x Palmeiras

“As torcidas de Flamengo e Palmeiras são rivais há muitos anos e já protagonizaram casos lamentáveis de violência. Nos últimos anos, pelo investimento que os dois clubes vêm fazendo, eles se colocaram na condição de melhores elencos do país e têm brigado pelas primeiras posições do campeonato, o que gera ainda mais ciúme de uma torcida em relação à outra.”

MANO BORGES - Corinthians x Internacional

“Depois da conquista de 2005 (com os jogos remarcados depois da manipulação de resultados), os ânimos entre ambos afloraram. Em 2007 (ano do rebaixamento corintiano) muita gente dentro do Parque São Jorge não engoliu o jogo entre Goiás x Inter (Goiás era concorrente ao rebaixamento). Em 2009 houve o episódio do DVD montado pelo Fernando Carvalho (dossiê alegando que o Corinthians foi favorecido pela arbitragem para chegar na final da Copa do Brasil. Hoje o Inter é considerado um inimigo para muitos corintianos e vice-versa.”

LEANDRO QUESADA - Grêmio x Palmeiras

“Algumas rivalidades têm fases mais intensas, outras mais adormecidas. É difícil comparar e, até injusto, apontar uma apenas. Todas as citadas têm um peso, um valor importante no futebol. Hoje, eu apontaria Grêmio x Palmeiras. “Amanhã, já será outra”, para completar.”

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade