Joia da base encanta Carile com 'estilo Cebolinha' e deve ganhar chance no Corinthians

Destro que atuava pela esquerda nas categorias de base, com estilo semelhante ao de vários pontas que surgiram nos últimos anos, Janderson agradou a comissão técnica nos treinamentos

Gazeta Press

O atacante Janderson, de 19 anos, pode ser a solução caseira para o problema de “profundidade” do ataque tantas vezes citado pelo técnico Fábio Carille. Depois de conversar com Everaldo e constatar que os meias atuando pelo lado não têm dado a amplitude que pensa ser necessária, o treinador viu o jovem se destacar em treinos e jogos recentes.

Destro que atuava pela esquerda nas categorias de base, com estilo semelhante ao de vários pontas que surgiram no país nos últimos anos (Neymar, Everton, Rodrygo…), ele foi testado no lado contrário no profissional, na busca por um jogador que não levasse tanto as jogadas para o meio. Foi ali, por exemplo, que ele fez três grandes jogadas contra o Juventus, na terça-feira, em jogo-treino realizado no CT.

Manchester United x Internazionale e mais: a semana no FOX Sports

Pedrinho, titular no setor, é visto como um armador por Carille, que reluta em colocá-lo centralizado. Everaldo, contratado do Fluminense, demonstrou se sentir mais confortável pela esquerda, único setor em que treinou desde que teve sua contratação anunciada.

Outra possibilidade, Mateus Vital sofre com o mesmo problema de Pedrinho. Apesar de destro, tem características de meia e costuma levar as jogadas para a faixa central, facilitando a marcação adversária. Ramiro, que atuou por ali em jogos importantes, é um atleta mais defensivo.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Apesar do destaque em treinos, Janderson ainda vem sendo trabalhado para entender melhor o trabalho tático que a função exige, acompanhando os laterais. Também não se sabe como ele lidaria com os avanços de Fagner, atualmente uma das melhores opções ofensivas da equipe.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Apesar de não se saber quem vai quando Janderson vai poder enfim mostrar seu potencial com mais regularidade, é fato que ele fica no Corinthians. Diferentemente de Caetano, Marquinhos, Fabrício Oya e Rafael Bilu, emprestados para ganhar experiência, ele é visto como opção mais imediata no elenco.

(Crédito da imagem: Marco Galvão/Foto Arena)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade