Presidente do Santos promete notificar Barcelona por assédio nova joia do clube

Presidente do Santos promete notificar Barcelona por 'assédio' a nova joia do clube

Segundo informações do jornal espanhol Sport, clube catalão acertou a contratação do meia-atacante Tailson, sem vínculo com o Peixe desde 19 de abril

Gazeta Press

Tailson, meia-atacante sem vínculo com o Santos desde 19 de abril, acertou com o Barcelona B, como publicado pelo jornal Sport, da Espanha, nesta quarta-feira. O presidente José Carlos Peres, porém, quer barrar o acordo na Justiça. O Peixe tem a prioridade na primeira renovação do contrato profissional.

“Temos liminar na CBF e CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas). Notificaremos o Barcelona sobre estar agindo com assédio e seremos implacáveis. Temos o amparo da lei na assinatura do segundo contrato”, disse Peres, à Gazeta Esportiva.

Arsenal x Bayern, Manchester United x Internazionale e mais: a semana no FOX Sports

O Santos registrou na CBF, em 8 de março, a proposta de renovação contratual de Tailson – vínculo até novembro de 2021, com salário base de R$ 20 mil. A oferta não animou os representantes do Menino da Vila e a negociação se arrastou.

De acordo com o Peixe, os empresários não cumpriram o prazo de 15 dias para resposta – o que pode caracterizar renovação tácita na Lei Pelé. Procurados, os agentes não responderam ao contato da reportagem.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

O artigo 29 da Lei número 12.395 diz:

“§ 8º Para assegurar seu direito de preferência, a entidade de prática desportiva formadora e detentora do primeiro contrato especial de trabalho desportivo deverá apresentar, até 45 (quarenta e cinco) dias antes do término do contrato em curso, proposta ao atleta, de cujo teor deverá ser cientificada a correspondente entidade regional de administração do desporto, indicando as novas condições contratuais e os salários ofertados, devendo o atleta apresentar resposta à entidade de prática desportiva formadora, de cujo teor deverá ser notificada a referida entidade de administração, no prazo de 15 (quinze) dias contados da data do recebimento da proposta, sob pena de aceitação tácita.

  • 9º Na hipótese de outra entidade de prática desportiva resolver oferecer proposta mais vantajosa a atleta vinculado à entidade de prática desportiva que o formou, deve-se observar o seguinte:

I – a entidade proponente deverá apresentar à entidade de prática desportiva formadora proposta, fazendo dela constar todas as condições remuneratórias;

II – a entidade proponente deverá dar conhecimento da proposta à correspondente entidade regional de administração; e

III – a entidade de prática desportiva formadora poderá, no prazo máximo de 15 (quinze) dias, a contar do recebimento da proposta, comunicar se exercerá o direito de preferência de que trata o § 7o, nas mesmas condições oferecidas.

  • 10. A entidade de administração do desporto deverá publicar o recebimento das propostas de que tratam os §§ 7o e 8o, nos seus meios oficiais de divulgação, no prazo de 5 (cinco) dias contados da data do recebimento.
  • 11. Caso a entidade de prática desportiva formadora oferte as mesmas condições, e, ainda assim, o atleta se oponha à renovação do primeiro contrato especial de trabalho desportivo, ela poderá exigir da nova entidade de prática desportiva contratante o valor indenizatório correspondente a, no máximo, 200 (duzentas) vezes o valor do salário mensal constante da proposta”.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

(Crédito da imagem: Agência EFE)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade