Deyverson abre o jogo sobre 'provocação' e revela bate-boca com atacante do São Paulo

Após o empate entre São Paulo e Palmeiras no Morumbi, o centroavante negou que tenha instigado os adversários em lance que tenta embaixadinhas

Gazeta Press

Deyverson estar envolvido em confusões e provocações aos adversários não é novidade, mas após o empate entre São Paulo e Palmeiras no Morumbi, o centroavante negou que tenha instigado os adversários em lance que tenta embaixadinhas.

“No momento que fiz a embaixadinha ali e tentei a bicicleta, infelizmente a bola não ficou como eu queria no lance. Não foi para provocar, jamais. O jogo estava empatado e queríamos ganhar”, afirmou o centroavante, que foi confrontado pelo estreante Raniel.

Grande final da Fórmula E neste domingo é só no FOX Sports!

“O Raniel veio falar comigo, disse que eu estava fazendo palhaçada. Eu respondi: ‘Que palhaçada que estou fazendo? Estou jogando de boa’. Incomodei bastante, graças a Deus, mas sempre para ajudar a minha equipe e foi isso”, completou.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Na reta final da partida, Deyverson fez três ou quatro embaixadinhas antes de, pressionado pela marcação, isolar o lance. Após o duelo, até mesmo Luiz Felipe Scolari se manifestou a favor de seu comandado.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

“Eles fizeram a falta no lance, eu fiquei no chão e depois levantei, continuei jogando e respeitando o São Paulo e a torcida. Sei como é, no calor do jogo você faz uma jogada e acham que está querendo provocar, mas estou super tranquilo, com a cabeça focada só em jogar futebol e ajudar meus companheiros”, finalizou.

(Crédito da imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade