‘Caso Willian’: Cruzeiro desmente punição da FIFA e aguarda decisão do CAS. Veja o documento

‘Caso Willian’: Cruzeiro desmente punição da FIFA e aguarda decisão do CAS. Veja o documento

FOXSports.com.br conversou com Breno Tannuri, advogado responsável pelo caso e ainda teve acesso ao documento emitido pela FIFA ao Cruzeiro

EVENTO BENEFICENTE: NATAL SEM FOME
EVENTO BENEFICENTE: NATAL SEM FOME
ao vivo
WWE MONDAY NIGHT RAW
WWE MONDAY NIGHT RAW
ao vivo
PRÊMIO BRASILEIRÃO 2019
PRÊMIO BRASILEIRÃO 2019
ao vivo
SUPERLIGA ARGENTINA: RIVER PLATE X SAN LORENZO
SUPERLIGA ARGENTINA: RIVER PLATE X SAN LORENZO
ao vivo
SUPERLIGA ARGENTINA: ROSARIO CENTRAL X BOCA JUNIORS
SUPERLIGA ARGENTINA: ROSARIO CENTRAL X BOCA JUNIORS
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: UNION BERLIN X COLÔNIA
CAMPEONATO ALEMÃO: UNION BERLIN X COLÔNIA
ao vivo
SUPERLIGA ARGENTINA: LANÚS X RACING
SUPERLIGA ARGENTINA: LANÚS X RACING
ao vivo
HIPISMO: 8ª ETAPA LONGINES XTC
HIPISMO: 8ª ETAPA LONGINES XTC
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
Daniel Bocatto e João Felippe França

Em uma semana já turbulenta por conta da Operação Primeiro Tempo, que levou a Polícia Civil de Minas Gerais a fazer buscas na sede social do Cruzeiro, no Barro Preto, região central de Belo Horizonte, a torcida celeste iniciou a quarta-feira com uma nova bomba: a possibilidade de perder seis pontos no Campeonato Brasileiro por conta de uma dívida de R$ 6,4 milhões com o Metalist, da Ucrânia, atualmente falido. O caso é referente à compra do atacante Willian em 2014.

Em contato com a reportagem do FOXSports.com.br, Breno Tannuri, advogado que responde pelo Cruzeiro no caso, desmentiu a punição imediata ao clube, e garantiu que o processo ainda corre na Corte Arbitral do Esporte, conforme citado no documento emitido pela FIFA e enviado ao clube mineiro. A reportagem teve também acesso ao documento oficial, que determina: toda e qualquer punição ao clube está suspensa por conta do julgamento no CAS.


*Reprodução

Segundo o advogado, o Cruzeiro realmente tem uma dívida a ser sanada. A questão, no entanto, é que o Metalist, clube ucraniano que detinha os direitos econômicos de Willian Bigode, declarou falência em 2011. Logo após, o atacante teve seus direitos transferidos ao Zorya, também da Ucrânia, que herdou massa falida do Metalist.

O Cruzeiro suspendeu o pagamento da dívida e recorreu à Corte Arbitral do Esporte para saber para quem pagar a dívida.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

“Como nós vamos perder pontos se o julgamento ainda está na Corte Arbitral? O Willian estava no Metalist, mas o clube abriu falência. E o atacante foi para o Zorya. Nisso, foi vendido ao Cruzeiro. O Cruzeiro se comprometeu a pagar e pagou algumas parcelas. Durante esse procedimento, nós recebemos uma carta de cobrança do Metalist falando que os créditos do pagamento eram da massa falida do clube. Nós interrompemos os pagamentos e estamos discutindo isso com a FIFA. Nem a própria FIFA não tem os documentos necessários. Embasado nisso, estamos esperando uma decisão, que vai levar de oito a dez meses. Caso sejamos punidos, nós ainda temos 90 dias para pagar esse valor”, afirmou Breno Tannuri.

Entenda o caso

O jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, informou que a Confederação Brasileira de Futebol recebeu uma notificação da FIFA dizendo que o Cruzeiro teria de ser punido com a perda de seis pontos por conta de uma dívida referente à compra do atacante Willian, ainda em 2014. A dívida estava sendo cobrada pelo Metalist, clube que de fato abriu falência na Ucrânia.

Crédito da foto: Dudu Macedo/Foto Arena

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade