Lucas Lima diz que “mamata acabou” e revela o que é falado no Palmeiras para conquista de títulos

Meia concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta quarta-feira (26)

FOX Sports

De volta aos trabalhos após as mini-férias dadas aos seus jogadores por conta da paralisação para a Copa América, o Palmeiras já treina a todo vapor visando um segundo semestre repleto de decisões. Nesta quarta-feira (26 de junho), o meia Lucas Lima concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol e falou sobre a forte cobrança que todos vêm recebendo de Felipão, para que ninguém deixe a peteca cair nessa sequência da temporada.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Segundo Lucas Lima, Felipão não tem deixado ninguém se acomodar na equipe do Palmeiras, buscando intensidade e capacidade ainda maiores no time.

“Já acabou a mamata, voltamos com tudo, focados e treinando forte. O professor já fala sobre as decisões que teremos pela frente. Independentemente do que fizemos no primeiro turno, temos que valorizar o que fizemos, o caminho é esse, mas ficou para trás. Agora é outro campeonato e todos vão querer tirar uma casquinha da gente. Mas estamos no caminho certo”, afirmou.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

“O professor Felipe não deixa nos acomodarmos. Ele está sempre cobrando, não dá sossego e está sempre no nosso pé. A cobrança vai ser ainda maior e tem o dedo dele para sempre estarmos focado. A receita para vencer é nossa intensidade e capacidade. Estamos unidos para jogar contra qualquer adversário”, prosseguiu.

Confira outros tópicos da entrevista coletiva de Lucas Lima:

Chegada de Ramires

“Pouco contato, ele chegou hoje. É mais um grande jogador para a família, para somar, vai aumentar ainda mais a qualidade da nossa equipe, é um excelente jogador e desejo sorte para ele”.

Má fase

“Parecia que nada dava certo no começo do ano. É difícil falar, mas eu estava trabalhando igual hoje, acho que tem muito disso fase, a fase não era boa, eu me esforçava e as coisas não aconteciam. Mas tive apoio da minha família, dos companheiros e tenho ainda mais a apresentar nessa crescente”.

Falta de palmeirenses na Seleção Brasileira

“Vi a entrevista (do Felipe Melo) e até achei engraçada a forma que ele se expressa. Tenho que concordar com ele, pelo que fiemos ano passado e o que estamos fazendo esse ano. Mas entendo, é a decisão do professor Tite, ele tem suas convicções e sabe o que é melhor. Cabe a nós focar nos objetivos do clube, e essas coisas ficam para trás. Acompanho a seleção, tenho torcido bastante e tenho certeza que vão brigar para ser campeões”.

Leia também:

Jobson revela torcida pelo Palmeiras e sonho de voltar ao Bota

Postagem do Corinthians aumenta mistério sobre volta de Gil

Santos pode entrar na Briga com o Fla por ex-Corinthians

Crédito da foto: divulgação/ S.E. Palmeiras 

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade