Zé Ricardo explica por que não usava Cuéllar como titular no Flamengo

Na época, treinador era muito cobrado pela torcida por deixar o colombiano no banco; Márcio Araújo, hoje na Chape, era a primeira opção

FOX Sports

Zé Ricardo esteve como técnico do Flamengo entre maio de 2016 e junho de 2017. Tendo feito bom trabalho à frente das categorias de base, o treinador assumiu após a saída de Muricy Ramalho e viveu altos e baixos no Rubro-Negro. Deixou o clube com 62,2% de aproveitamento e um título carioca conquistado. 

Copa Internacional de Futebol Legends e mais: a semana do FOX Sports

Em sua passagem pelo clube da Gávea, Zé Ricardo sofreu com algumas críticas da torcida, uma delas, e talvez a mais marcante, foi pela falta de oportunidades ao volante colombiano Cuéllar, uma das peças fundamentais do time nas últimas temporadas e xodó nas arquibancadas. O jogador pouco atuava, enquanto Márcio Araújo, criticado por boa parte dos torcedores, era titular absoluto.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

 

Em entrevista exclusiva ao FOXSports.com.br, o treinador explicou seus motivos e disse que o gringo ainda estava em processo de adaptação e precisava de tempo. 

"O Cuéllar estava se adaptando ao futebol brasileiro, conversei com ele várias vezes. Realmente ele vem jogando muito bem, vem sendo um dos principais jogadores do clube, mas naquele momento a gente tinha outros jogadores que vinham bem também. A adaptação foi realmente a questão que faltou um pouco mais, apesar de que nos últimos jogos que fiz pelo clube, em oito ou nove ele foi titular, então era uma tendência natural que ele pudesse ir já ganhando espaço", afirmou Zé. 

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Atualmente, Cuéllar não só se destaca pelo Flamengo, como é constantemente cogitado no futebol do exterior. O volante está disputando a Copa América com a seleção colombiana, mas, até aqui, tem recebido poucas oportunidades na equipe titular. 

Por: Carlos Eduardo Fonseca, sob supervisão de Fábio Xavier. 

(Crédito da foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade