Presidente do Bahia explica postura a favor das minorias nas redes sociais: Nossa torcida é o povo

Presidente do Bahia explica postura a favor das minorias nas redes sociais: ‘Nossa torcida é o povo'

FOXSports.com.br conversou com Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, que falou sobre a mudança na comunicação do clube com seu torcedor

Daniel Bocatto

Há algum tempo, o Bahia adotou um posicionamento de apoio às minorias em suas postagens nas redes sociais. Mensagens de emponderamento e ações de marketing em prol da causa LGBTQ, indígena, negra e outras são comuns nas mídias sociais do Tricolor de Aço. O clube tem se mostrado cada vez mais presente na interação com o público e tem caído nas graças de torcedores de outros clubes, que veem o Bahia como um clube simpático e carismático.

A reportagem do FOXSports.com.br conversou com Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, que explicou o porquê do clube se posicionar desta maneira nas redes sociais. O mandatário colocou a torcida como o principal fator para as mensagens publicadas na internet. Temas como intolerância religiosa, classes sociais e gêneros também são relembrados com frequência pelo Bahia.

Copa Internacional de Futebol Legends e mais: a semana do FOX Sports

“Nós fazemos isso por identidade da nossa torcida. Tempos uma torcida popular, de massa. Passamos por muito tempo sem inserir nossa torcida nos estádios e na nossa comunicação. Por conta de preço de ingresso, economia em geral mesmo, nós estamos estabelecendo um novo tipo de relação com os torcedores. Montamos duas estratégias. Popularizamos o Bahia com camisas mais baratas e ações, novidades para os sócios-torcedores. Colocamos a cerveja com a metade do preço e temos uma forma de comunicação diferente com as minorias. Negros, indígenas, homossexuais. Nós queremos também atrair esse público”, disse o presidente.

Até o momento, foram inúmeras as ações do Bahia em relação às minorias e causas sociais importantes. O clube lançou uma camisa camuflada em uma campanha contra a violências nos estádios. A roupa revelaria suas cores e escudo apenas com o torcedor em segurança dentro do estádio. O uniforme não era de verdade, mas levantou um debate com o tema: ‘será que teríamos que chegar a esse ponto para evitar a violência no futebol?’.

Timaço de craques com R10, Recoba e cia. invade a tela do FOX Sports em torneio de lendas

O Bahia também levantou uma bandeira contra os casos de assédio às mulheres nas arquibancadas. O clube desenvolveu uma parceria com a Polícia Militar do Estado, que leva a equipe Maria da Penha à Fonte Nova e as profissionais ficam a cargo do atendimento exclusivo às mulheres que vão ao campo. Em novembro de 2018, em uma pesquisa realizada com 1200 torcedoras – em sua maioria negra – foi divulgado que 43% das entrevistadas nunca foram sozinhas à Fonte Nova e 38% teme atitudes machistas como assédio, agressão e até mesmo discriminação.


Crédito da foto: Caique Bouzas/Flickr/Bahia

 A causa negra é bastante debatida e relembrada pelo Tricolor de Aço. Na reta final do Campeonato Brasileiro de 2018, o Bahia divulgou o nome de 20 pessoas negras históricas brasileiras em formato de escalação para a partida diante da Chapecoense em alusão ao mês da Consciência Negra.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

 

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

É válido destacar que a mudança nas ações do Bahia e em sua comunicação popular se iniciou em 2015, quando o clube foi assumido por Marcelo Sant’ana. Naquele ano, ainda em um início de trabalho de recuperação financeira, técnica e estrutural, o Bahia levou o Campeonato Baiano, foi vice-campeão da Copa do Nordeste, mas não conseguiu o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Saiba mais:

Deixando o Palmeiras? Agente de Borja viaja e confirma sondagens

Ronaldinho atua pelo Flamengo e dá show na Copa Legends

São Paulo inicia reformulação no clube; veja o que muda

Crédito da foto: Caique Bouzas/Flickr/Bahia

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade