Com pai palmeirense, Daniel Alves revela times que sonha em atuar quando voltar ao Brasil

Com pai palmeirense, Daniel Alves revela times que sonha em atuar quando voltar ao Brasil

Questionado sobre seu futuro imediato, já que o retorno ao Brasil não acontecerá neste momento, o lateral desconversou e garantiu foco total na Seleção Brasileira

Gazeta Press

As torcidas de São Paulo e Bahia podem esperar Daniel Aves com a camisa de seus respectivos clubes. A vinda do lateral aos dois clubes pelo quais nutre maior carinho, porém, vai demorar. Neste domingo, o atleta, em final de contrato com o Paris Saint-Germain, concedeu entrevista coletiva e falou sobre seu futuro.

“Eu nunca digo “não” às coisas por que você não sabe o que a vida prepara. O São Paulo é meu time, o meu pai torce para o Palmeiras, não pode misturar isso senão dá confusão em casa. Torci bastante pelo São Paulo no tempo do Telê, que Deus o tenha. E o Bahia, pelo que construí aqui, seria uma forma de agradecimento voltar para encerrar”, afirmou.

Copa Internacional de Futebol Legends e mais: a semana do FOX Sports

Timaço de craques com R10, Recoba e cia. invade a tela do FOX Sports em torneio de lendas

“Mas não vai ser uma temporada, não. Já falei para o pessoal do Bahia que o dia em que voltar aqui vai ser um mês, dois meses, vai demorar ainda (risos). Pretendo outras coisas na minha vida, tenho outros objetivos, não digo maiores, para não pensarem que estou menosprezando os clubes que gosto. Mas acredito que tenho desafios que quero viver e mostrar para outros atletas que eles é que têm que decidir quando começa e quando acaba. Eu que vou decidir, não vai ser o futebol que vai me mandar para casa”, completou.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

 

O contrato de Daniel Alves com o PSG se encerra ao final deste mês. Questionado sobre seu futuro imediato, já que o retorno ao Brasil não acontecerá neste momento, o lateral desconversou e garantiu foco total na Seleção Brasileira.

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

“Estou na Seleção e prefiro centrar-me no compromisso que temos agora. Foi um ano bastante duro, tive que me reinventar muito, foi muita batalha da minha parte para estar aqui e não quero estragar esse momento pensando em algo fora daqui. Sei o quanto é sofrido não poder fazer nada. Agora que posso fazer, vou aportar meu máximo aqui. Temos uma grande missão e não pode haver distração. A partir daí, a gente vê. Só posso dizer que não tenho medo de desafios, estou preparado para qualquer que seja”, finalizou.

(Crédito da imagem: Lucas Figueiredo/CBF)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade