René Simões diz por que alguns jogadores do Flamengo "sofrerão" na mão de Jesus: "Vão ter que mudar"

Ex-treinador foi o convidado do Debate Final desta terça-feira (11) no FOX Sports

FOX Sports

Nesta última segunda-feira (10 de junho) Jorge Jesus foi oficialmente apresentado como novo técnico do Flamengo, e após a pausa para a Copa América estreará já à frente da equipe carioca. Convidado do Debate Final desta terça (11), o ex-treinador René Simões afirmou que, conhecendo bem o trabalho do português, acredita que alguns jogadores precisarão mudar a sua postura em campo para poderem se enquadrar no estilo desejado pelo comandante.

Copa Internacional de Futebol Legends, Bellator 222 e mais: a semana do FOX Sports

Timaço de craques com R10, Recoba e cia. invade a tela do FOX Sports em torneio de lendas

Segundo René, Jesus é um treinador que prega bastante a intensidade em campo, sempre apostando num esquema tático com linhas muito apertadas, trabalhando sempre em blocos. Algo que, segundo ele, precisará de uma mudança de postura dos jogadores de ataque do Rubro-Negro para poder funcionar.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

"O Flamengo vai ter um problema na mão dele. É muito bom treinador, conheço ele bem desde 2012 quando eu estava no São Paulo, eu quis trazê-lo para fazer um seminário, e o técnico escolhido era ele, pelo que faz dentro de campo, pelo jeito que monta toda a parte estatística do time, eu gosto disso”. 

Gringos elegem os cinco maiores do Brasil; veja o resultado

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

“Mas o time do Flamengo, na produção coletiva, em você atacar com onze, defender com onze, atacar preparando para defender, defender preparando para atacar, o Flamengo peca muito nisso. O Flamengo ainda está muito desorganizado nessa questão. Esses jogadores que atacam e voltam andando, esses jogadores que saem bem devagar da área e não saem rápido, esses caras vão sofer na mão dele. É um cara de jogar sempre em linhas muito apertadas e trabalhando em bloco, intensidade alta. Não vai ser fácil para esses jogadores se adaptarem não. Alguns deles não deram certo na Europa exatamente por isso. Vão ter que mudar a forma de jogar, porque senão vão ficar apertados", completou.

Antes da paralização para a disputa da Copa América, o Flamengo ainda encara o CSA pela 9ª rodada do Brasileirão, nesta quarta-feira (12), em Alagoas.

Leia também:

Romário confirma presença em torneio de lendas no FOX Sports

Jesus diz quantos reforços devem chegar ao Flamengo

Borja é sondado por times de fora e deve deixar o Palmeiras

Crédito da foto: Alexandre Vidal/ Flamengo 

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade