Conselho do Vasco veta abertura de sindicância contra Campello

Foram 105 votos contra o processo e 97 a favor na votação desta segunda-feira (3 de junho)

Gazeta Press

Na noite desta segunda-feira, o presidente Alexandre Campello teve uma vitória importante na política do Vasco. Em uma reunião do Conselho Deliberativo na sede náutica do clube, na Lagoa, foi vetada a abertura de uma sindicância contra a atual administração para a apuração da denúncia de prejuízo de R$ 4 milhões aos cofres do Cruzmaltino.

Final do NBB, Nascar, MLB e mais: a semana do FOX Sports

A dívida tinha relação com acordos judiciais não honrados com cerca de 200 funcionários demitidos. Campello negou a oneração às finanças, contudo, durante a apresentação do novo diretor executivo de futebol, André Mazzuco, deu a entender que iria renunciar caso houvesse o aval para a sindicância.

'Não Pipoca': Sormani deixa Romário e Ronaldo de fora de top 5 'de respeito'

Foram 105 votos contra o processo e 97 a favor. Durante a reunião, Campello teve uma série de apoios que o ajudaram a vencer a votação, inclusive o discurso favorável de Euriquinho, filho do falecido Eurico Miranda, nome histórico da política vascaína

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Segundo o Estatuto do Vasco, caso o cargo ficasse vago até a metade do mandato (22 de julho deste ano), quem assumiria seria o primeiro vice-presidente geral.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Saiba mais:

Fla pode negociar jogador com time da Libertadores

Real Madrid anuncia mais um reforço de peso

Mãe de Neymar faz desabafo em rede social

Crédito da imagem: Paulo Fernandes/Vasco

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade