Craque do Liverpool na Champions, Van Dijk diz quem deve conquistar o prêmio Bola de Ouro

Craque do Liverpool na Champions, Van Dijk diz quem deve conquistar o prêmio Bola de Ouro

Zagueiro teve uma atuação impecável nas grandes partidas da Champions League, mas disse que não pensa no prêmio da Bola de Ouro

EFE

Eleito o melhor jogador da final da Liga dos Campeões neste sábado, o zagueiro Virgil Van Dijk, também campeão do torneio com o Liverpool, disse que não se vê como concorrente à Bola de Ouro e citou Lionel Messi como favorito ao prêmio. "A Bola de Ouro não é algo que eu tenho atualmente em mente. Se acontecer, não vou recusar, mas não acho que isso vá a acontecer agora. Messi, embora não tenha jogado a final neste ano, continua sendo o melhor jogador do mundo", disse o defensor.

Messi foi eliminado justamente por Van Dijk nesta edição da Champions. Nas semifinais, o Barcelona venceu o jogo de ida por 3 a 0, no Camp Nou, mas o Liverpool aplicou uma goleada de 4 a 0 na volta, em Anfield. Com a vitória por 2 a 0 sobre o Tottenham na tarde deste sábado, o Liverpool conquistou a Liga dos Campeões pela sexta vez na história. As taças anteriores foram erguidas em 1977, 1978, 1981, 1984 e 2005.

'Não Pipoca': Sormani deixa Romário e Ronaldo de fora de top 5 'de respeito'

"Acho que a festa nesta noite e amanhã vai ser em grande estilo. Serão duas noites longas. Vou tentar aproveitar ao máximo e espero me lembrar de tudo depois", explicou o zagueiro, que concedeu entrevista com uma cerveja na mão após a conquista do título.

Esta foi a segunda final consecutiva do Liverpool no torneio continental. No ano passado, o clube inglês foi derrotado por 3 a 1 pelo Real Madrid, em partida marcada por falhas de Loris Karius, goleiro dos 'Reds' na decisão e que está atualmente emprestado ao Besiktas.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Van Dijk disse não acreditar que a diferença entre os resultados das finais tenha sido o goleiro, mas elogiou a atuação de Alisson na decisão deste ano. "O futebol não é um só jogador. Perdemos juntos e ganhamos juntos. Alisson estava lá e defendeu algumas finalizações de Son (Heung-min)", opinou. Ao falar sobre o trabalho do técnico Jürgen Klopp, o zagueiro classificou o alemão como "um treinador fantástico, mas também uma pessoa excepcional".

"A forma como nos comanda como jogadores durante os jogos, e também fora, é extraordinária. É um prazer trabalhar com ele e com o resto da comissão técnica. O ambiente é ótimo, estou encantado e me sinto orgulhoso que ele tenha querido que eu jogasse por este clube", expressou.

Já empolgado com a próxima temporada, o holandês disse que o Liverpool "tem que continuar sentindo fome".

"Queremos ganhar todas as competições que disputaremos. Esperamos poder disputar o título do Campeonato Inglês até o final com o Manchester City, assim como neste ano. Seria magnífico estar aqui (na final da Champions) todos os anos, mas sabemos o quão difícil é chegar à final. Somos muito ambiciosos, mas temos que ser humildes e seguir trabalhando", explicou.

Saiba mais:

Flamengo: Jesus fala sobre reforços

Corinthians quer jogador da Seleção

Filipe Luis está perto de novo clube

Crédito da foto: EFE

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade