Gabigol marca duas vezes e Flamengo bate Fortaleza no primeiro jogo sem Abel

Gabigol marca duas vezes e Flamengo bate Fortaleza no primeiro jogo sem Abel

Neste sábado, no estádio Nilton Santos, o Rubro-Negro fez uma boa apresentação diante do Fortaleza, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, e saiu de campo com uma vitória por 2 a 0

Gazeta Press

Em sua primeira partida após a saída do técnico Abel Braga, o Flamengo venceu. Neste sábado, no estádio Nilton Santos, o Rubro-Negro fez uma boa apresentação diante do Fortaleza, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, e saiu de campo com uma vitória por 2 a 0. Gabigol marcou os dois gols do jogo e se igualou a Bruno Henrique na artilharia da competição.

A vitória, a segunda seguida, levou o Flamengo aos 13 pontos na tabela do Brasileirão, e a equipe dorme na vice-liderança, com a mesma pontuação do líder Palmeiras, que visita a Chapecoense neste domingo. O Fortaleza, por sua vez, estacionou com 7 pontos e flerta com a zona do rebaixamento.

O próximo compromisso do Flamengo no Brasileirão será o clássico contra o Fluminense, no domingo, 9 de junho, no Maracanã. Antes, na próxima terça-feira, o Rubro-Negro recebe o Corinthians para o jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil, também no Maraca. O Flamengo venceu o jogo de ida por 1 a 0, no Na Arena Itaquera. Já o Fortaleza visita o Grêmio na Arena, no sábado.

'Não Pipoca': Sormani deixa Romário e Ronaldo de fora de top 5 'de respeito'

O JOGO

Flamengo e Fortaleza fizeram um duelo movimentado no Nilton Santos. Na primeira etapa, o Rubro-Negro dominou amplamente a partida, criando muitas oportunidades de gol, enquanto a equipe cearense tentava se segurar na defesa e explorar os contra-ataques. O Fortaleza passou a maior parte do tempo em seu campo, com o Flamengo tocando a bola e buscando a penetração.

Mas foi o Tricolor que chegou primeiro no ataque, em jogada de André Luís. O atacante fez jogada pela direita, e, próximo à área, arriscou de longe, mas Diego Alves defendeu com tranquilidade.

A primeira jogada de perigo do Flamengo foi aos sete minutos. Arrascaeta cruzou do bico da área pela esquerda e achou Everton Ribeiro entrando pelo outro lado. O meia-atacante tocou de chapa para William Arão na entrada da pequena área, e o volante tentou a virada, mas mandou por cima do gol.

Os mesmos três atores protagonizaram outra boa jogada aos 14. Everton Ribeiro avançou pela direita e tocou em profundidade para Arão, que foi à linha de fundo e cruzou. A zaga rebateu e Arrascaeta tentou de voleio, mas o lateral Gabriel Dias cortou em cima da linha e impediu o primeiro gol.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

O Fortaleza respondeu aos 18 em jogada de velocidade de Marcinho, que avançou pelo meio e tentou o chute. Diego Alves não teve problemas para defender.

Dois minutos depois, o Fla voltou à carga. Everton Ribeiro começou a jogada pela direita e deu para Pará na área. O lateral levantou para o meio, a zaga rebateu e a bola sobrou para Trauco, na entrada da área. O peruano tentou o chute, a bola desviou na zaga e sobrou para Everton Ribeiro, livre na frente do goleiro, mas ele tocou mal na bola e mandou para fora.

Aos 27, Arrascaeta fel belo lançamento em profundidade para Gabigol pela esquerda. O atacante avançou e tocou para Diego que vinha pelo meio, mas o meia bateu fraco na bola e no meio do gol, facilitando o trabalho de Marcelo Boeck.

O gol quase saiu na cobrança de uma falta de frente para a área pela direita, aos 31. Diego acertou o travessão, a bola voltou e Arrascaeta tentou o cabeceio, mas a bola subiu e Rodrigo Caio finalizou também de cabeça. Marcelo Boeck voou e fez linda defesa para salvar o Fortaleza.

Depois de muita pressão, o gol finalmente saiu aos 40, em bela tabela to ataque do Fla. Arrascaeta começou a jogada pela direita e rolou para Diego na linha da área pelo meio. O meia enfiou na área para Everton Ribeiro, que tocou de calcanhar para a entrada de Arrascaeta. O uruguaio devolveu para o meio e Gabriel empurrou para o gol vazio.

As duas equipes retornaram sem alterações para o segundo tempo, que começou do mesmo jeito que terminou a etapa inicial. Aos 2, Everton Ribeiro dominou na entrada da área pela direita e viu Cuéllar entrando pelo meio. Com um belo toque, ele colocou o colombiano de frente para o goleiro, mas Marcelo Boeck saiu bem e defendeu para escanteio.

Na sequência, Everton Ribeiro e Arão tabelaram pela direita e o volante levantou na área para Léo Duarte, que disputou de cabeça com a marcação e mandou para fora.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

O Fortaleza quase empatou aos 8. Jogada em velocidade pela direita, Romarinho foi ao fundo, se livrou do marcador e cruzou. Marcinho entrou pelo meio e cabeceou forte, mas Diego Alves fez grande defesa e salvou o empate.

Aos 15, em outra bela tabela do ataque do Flamengo, a bola foi de pé em pé até que Diego tocou para Gabigol na área, e o atacante chutou por cima do gol.

Aos 22, Arrascaeta enfiou para Gabriel, que, na mesma linha da zaga, tocou na saída de Marcelo Boeck. O assistente assinalou o impedimento e o gol foi anulado. O VAR, porém entrou em ação e o árbitro voltou atrás e validou o lance.

Com dois 2 a 0 no placar, o Flamengo diminuiu o ritmo. Pensando no duelo decisivo contra o Corinthians, o técnico Marcelo Salles começou a trocar algumas peças. O primeiro a sair foi Everton Ribeiro, o melhor em campo, substituído por Vitinho aos 25. Dez minutos depois, Berrío entrou no lugar de Diego.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 X 0 FORTALEZA

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 1 de junho de 2019 (Sábado)

Horário: 16h(de Brasília)

Árbitro: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC)

Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

Renda: R$ 458.146,00

Público: 37.658 (35.725 pagantes)

Cartões amarelos: Léo Duarte (Fla)

Gols:

FLAMENGO: Gabriel, aos 40 min do 1º tempo, e aos 25 min do 2º tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Rodrigo Caio, Léo Duarte e Miguel Trauco; Gustavo Cuéllar (Piris da Motta), William Arão, Diego (Berrio) e De Arrascaeta; Everton Ribeiro (Vitinho) e Gabriel. Técnico: Marcelo Salles

FORTALEZA: Marcelo Boeck, Gabriel Dias, Juan Quintero, Roger e Bruno Melo; Paulo Roberto (Dodô), Juninho, Romarinho e Marcinho (Marlon); André Luís (Osvaldo) e Kieza. Técnico: Rogério Ceni

(Crédito da imagem: Nayra Halm/Foto Arena)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade