Ex-Flamengo marca no fim e Goiás bate o Botafogo no Serra Dourada

Ex-Flamengo marca no fim e Goiás bate o Botafogo no Serra Dourada

Jogando no Serra dourada, em Goiânia, o Verdão venceu o time carioca por 1 a 0, com um gol de Kayke, aos 42 minutos do segundo tempo

Gazeta Press

O Goiás conquistou importante resultado na tarde deste domingo, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando no Serra dourada, em Goiânia, o Verdão venceu o Botafogo por 1 a 0, com um gol de Kayke, aos 42 minutos do segundo tempo.

A vitória leva o Goiás aos 9 pontos na tabela, mesmo número do Alvinegro carioca. O Botafogo volta agora suas atenções para a Copa Sul-Americana, e nesta quarta-feira visita o Sol de América. A partida em Assunção, no Paraguai, abre o duelo entre as duas equipes por uma vaga nas oitavas de final. Pelo Brasileirão, o Alvinegro recebe o líder Palmeiras no próximo sábado, no Mané Garrincha, em Brasília.

Já o Goiás terá a semana livre para se preparar para o confronto contra o CSA. A partida em Maceió fechará a sexta rodada do Brasileirão, na segunda-feira, no Rei Pelé.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

'Não Pipoca’: Sormani deixa Romário e Ronaldo de fora de Top 5 ‘de respeito’; veja!

O Jogo

Goiás e Botafogo fizeram um jogo movimentado no Serra Dourada, com muitas jogadas de gol de ambos os lados. O Goiás foi armado pelo técnico Claudinei de Oliveira com uma marcação adiantada, na intermediária do alvinegro carioca. Na medida que este tentava sair com a bola trocando passes, os goianos apareciam para tentar o bote.

O Botafogo, por sua vez, conseguiu suas melhores oportunidades usando os lançamentos longos para superar o bloqueio do Goiás.

A primeira chegada da equipe da casa foi aos 7 minutos. O lateral Jonathan bobeia pela esquerda e perde a bola. O meia Giovanni Augusto arrisca de longe, mas a bola vai no meio do gol e Gatito faz a defesa.

O Botafogo respondeu aos 18. Erick recebe em profundidade na ponta direita e atrasa para Bochecha. O volante trabalha bem na entrada da área, avança e chuta cruzado. O goleiro Tadeu desvia com a ponta dos dedos e a bola passa rente à trave.

As principais jogadas do Goiá aconteciam pelo lado esquerdo com Michael. Muito veloz, o atacante cruzou no segundo pau e Júnior Brandão subiu sozinho, mas errou o alvo.

Gringos elegem top 5 de clubes brasileiros mais importantes; veja ranking final

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Aos 24, Michael tentou o cruzamento mas a bola encobriu Gatito e bateu no travessão. No rebote, a bola sobrou para Leandro Barcia, que bateu forte e acertou a rede pelo lado de fora.

Aos 35, Júnior Brandão perdeu a segunda chance no cabeceio. Desta vez o cruzamento, também do lado esquerdo, veio de Giovanni Augusto. O atacante subiu sozinho e desperdiçou a oportunidade de abrir o placar mandando pela linha de fundo.

As duas equipes retornaram para o segundo tempo sem alterações, mas logo aos 4 minutos o Botafogo teve uma baixa médica. Diego Souza dividiu uma bola no alto com David Duarte e levou uma pancada na cabeça. Sem condições de continuar, o atacante foi susbtituído por Igor Cássio.

O jogo caiu em intensidade na etapa final. O Botafogo copiou o Goiás e adiantou a marcação, complicando a saída de bola do adversário. O jogo ficou menos aberto e só melhorou na sua metade final

Aos 24, Marlone, que entrou no lugar de Giovanni Augusto, acertou belo chute de fora da área pela esquerda e levou perigo para a meta de Gatito.

Aos 29, Alex Santana comete falta em Daniel Guedes pela esquerda da defesa botafoguense. Na cobrança, Jefferson levanta na área e Yago sobr mais que a zaga e cabeceia por cima do travessão.

Clique e assine o APP do FOX Sports

O Goiás, que também trocou Júnior Brandão por Kayke, tentou pressionar o Botafogo no final, e abusou dos chutes de fora da área e do chuveirinho. Aos 32, Michael arriscou de longe e Gatito defendeu. No minuto seguinte foi a vez de Kayke tentar. O centroavante acertou belo chute e Gatito voou para mandar para escanteio.

E foi de Kayke o gol que deu a vitória ao Goiás. Aos 42, Yago fez jogada pela direita e levantou na área. Da marca do pênalti, Kayke acertou bela cabeçada e pegou Gatito no contra pé, estufando a rede.

O Botafogo não desistiu e partiu em busca do empate. Na sua melhor chance no jogo, Igor Cássio cruzou da direita no segundo pau e Jonathan subiu sozinho para cabecear no cantinho, mas Tadeu fez defesa espetacular e salvou o Goiás.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS-GO 1 X 0 BOTAFOGO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Data: 19 de maio de 2019 (Domingo)

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Rafael Trombeta (PR)

Cartões Amarelos: Júnior Brandão (Goiás); Joel Carli, Alex Santana, Igor Cássio (Bota)

Renda: R$ 336.265,00

Público: 16.347 (14.372 pagantes)

Gol:

GOIÁS: Kayke, aos 42 min do 2º tempo

GOIÁS: Tadeu, Daniel Guedes, David Duarte, Yago e Jefferson; Geovane, Léo Sena (Yago Felipe) e Giovanni Augusto (Marlone); Leandro Barcia, Júnior Brandão (Kayke) e Michael

Técnico: Claudinei Oliveira

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Fernando, Joel Carli, Gabriel e Jonathan; Gustavo Bochecha, Cícero, Alex Santana (Luiz Fernando) e João Paulo (Rodrigo Pimpão); Diego Souza (Igor Cássio) e Erik

Técnico: Eduardo Barroca

(Crédito da imagem: Divulgação/GoiásEC)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade