Flamengo diz o que gostou e do que não pode reclamar do sorteio da Libertadores

Em entrevista ao FOX Sports, o vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista afirmou que escapar da altitude e fazer o segundo jogo no Maracanã são pontos positivos

FOX Sports

Nesta segunda-feira (13 de maio), o Flamengo conheceu o seu adversário nas oitavas de final da Conmebol Libertadores. A equipe carioca vai enfrentar o Emelec, time com quem já cruzou nas últimas edições. 

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Por ter campanha melhor do que a equipe equatoriana, o Rubro-Negro vai o primeiro jogo fora e decide dentro do Maracanã. E o vice de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, destacou o Maior do Mundo como ponto positivo para os cariocas:

'Não Pipoca’: Sormani deixa Romário e Ronaldo de fora de Top 5 ‘de respeito’; veja!

Gringos elegem top 5 de clubes brasileiros mais importantes; veja ranking final

"Com a festa do Maracanã, média de 43 mil, o Flamengo não pode reclamar de decidir em casa. Estamos satisfeitos", afirmou BAP, que negou ter cruzado com um adversário sem qualidadade:

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Clique e assine o APP do FOX Sports

"Tranquilidade, quando se trata de Flamengo, é miragem. Não existe nada tranquilo, Flamengo é tudo na pressão, cobrança, não tem adversário fácil. Aqui é pauleira um dia sim e outro também. Jogar ao nível do mar é melhor do que na altitude. É um desgaste menor. Com uma frequência de jogos altas, se perguntar aos médicos, independentemente do adversário, jogar ao nível do mar é melhor", finalizou.

Crédito da foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade