Di Grassi vê e-Prix de Roma como 'uma das mais emocionantes provas do ano'

Di Grassi vê e-Prix de Roma como 'uma das mais emocionantes provas do ano'

Com vencedores diferentes nas seis corridas realizadas até aqui, a atual temporada tem sido apontada como a mais competitiva da história da categoria

PRÉ-JOGO LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
PRÉ-JOGO LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: FORTUNA DÜSSELDORF X BAYERN DE MUNIQUE
CAMPEONATO ALEMÃO: FORTUNA DÜSSELDORF X BAYERN DE MUNIQUE
ao vivo
FÓRMULA E: ARÁBIA SAUDITA - CORRIDA 2
FÓRMULA E: ARÁBIA SAUDITA - CORRIDA 2
ao vivo
FINAL LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
FINAL LIBERTADORES: FLAMENGO X RIVER PLATE (ARG)
ao vivo
NBB: PINHEIROS X FLAMENGO
NBB: PINHEIROS X FLAMENGO
ao vivo
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X PADERBORN
CAMPEONATO ALEMÃO: BORUSSIA DORTMUND X PADERBORN
ao vivo
FÓRMULA E: ARÁBIA SAUDITA - CORRIDA 1
FÓRMULA E: ARÁBIA SAUDITA - CORRIDA 1
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
FOX Sports

O brasileiro Lucas Di Grassi retoma neste fim de semana à luta pelo bicampeonato mundial de Fórmula E, dessa vez nas ruas de Roma, na Itália – em uma prova que abre a fase europeia da competição e também marca o início da segunda metade da temporada, que conta com treze etapas. Válido pela sétima corrida do campeonato, o e-Prix de Roma será disputado em um dos circuitos mais desafiadores do calendário, e terá transmissão ao vivo no FOX Sports 2. E o fato de os seis primeiros colocados estarem separados por apenas dez pontos deixa claro que o título está completamente em aberto para a temporada 2018/2019.

Atlético-MG exclusivo, Boca, Arsenal e Chelsea: tudo no FOX Sports

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Com vencedores diferentes nas seis corridas realizadas até aqui, a atual temporada tem sido apontada como a mais competitiva da história da categoria. O alto nível da disputa e o equilíbrio entre os competidores são características nas quais Di Grassi normalmente se destaca. Não é à toa que o brasileiro detenha 56% de todos os pódios já realizados pela Fórmula E. Segundo ele, a constância pode ser a chave do sucesso em 2019. “Vencer uma corrida é sempre sensacional. Mas o importante no atual contexto é pontuar sempre – e pontuar bem”, resume Lucas. “O objetivo é, logicamente, vencer corridas, mas o objetivo maior é sobretudo aumentar as chances de ser bicampeão”, continua o brasileiro da equipe Audi Sport ABT Schaeffler, que foi campeão em 2017.

Todas no pódio – O campeonato inicia na Itália uma série de quatro corridas disputadas em intervalos de apenas duas semanas – todas na Europa. “Será um período de trabalho frenético para as equipes”, analisa Di Grassi, que em 2018 foi o único piloto a terminar no pódio todas as corridas da fase europeia. Na etapa romana do ano passado, Lucas terminou em segundo. “O traçado de Roma é um dos mais desafiadores que temos na F-E, com mudanças de elevação e até um salto em uma pista estreita e difícil. Se você considerar que todos os carros estão andando muito próximos, podemos dizer que no sábado teremos uma das mais emocionantes provas do ano. Para o público e para os pilotos também”, aposta Di Grassi.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Clique e assine o APP do FOX Sports

Na etapa anterior, disputada em Sanya (China), Lucas levou uma forte batida na traseira faltando apenas dois minutos para o encerramento da prova. O acidente o tirou da corrida e também o impediu de marcar pontos importantes em um campeonato tão competitivo. O brasileiro ocupava o sexto lugar na prova e, caso mantivesse a colocação, algo que aparentemente conseguiria, estaria na vice-liderança, a apenas dois pontos do primeiro colocado, o português António Félix da Costa, da equipe BMW Andretti.

“Coisas assim, que estão totalmente fora do seu controle, deixam a equipe muito frustrada, pois todos trabalham duro para chegar a um bom resultado. Mas nós somos duros na queda. Em Roma vamos mostrar do que somos capazes”, finalizou Lucas Di Grassi.

Confira a classificação após seis etapas:

1) António Félix da Costa (Portugal, BMW Andretti), 62;

2) Jérôme D’Ambrosio (Bélgica, Mahindra), 59;

3) Jean-Eric Vergne (DS Techeetah) e Sam Bird (Inglaterra, Virgin Envision Racing), 54;

5) Edoardo Mortara (Suíça, Venturi), 53;

6) Lucas Di Grassi (Brasil, Audi Sport Abt Schaeffler), 52 pontos

Saiba mais!

Eto'o cita Messi para falar de mágoa com Guardiola

Manchester City entra na briga por Everton, do Grêmio

Itair Machado rejeitou propostas de Flamengo e São Paulo

(Crédito da imagem: Divulgação/Audi Motorsport)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade