Gabigol exalta dupla “diferenciada” do Fla e cita quatro nomes que o encantam no futebol mundial

Em entrevista ao FOXSports.com.br, o camisa 9 do Rubro-Negro ainda falou sobre o ponto forte da sua equipe nesta temporada de 2019

FOX Sports

Às 23h deste sábado (30 de março) vai ao ar a entrevista do Aqui Com Benja! com Gabigol, artilheiro do Flamengo na temporada e também um dos principais reforços contratados pela equipe rubro-negra, em programa que também será reprisado às 9h deste domingo (31) e você não pode perder.

Bundesliga, Argentino e Copa do Nordeste: o fim de semana no FOX Sports

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

O novo camisa 9 do clube carioca também falou com o FOXSports.com.br, em entrevista no estilo bate e volta, com perguntas e respostas rápidas, e revelou algumas curiosidades sobre o Flamengo e também quanto aos seus gostos quando o assunto são as quatro linhas.

Contratado para ser o home-gol da equipe para a temporada, que envolve, principalmente, a disputa da Conmebol Libertadores 2019, o jogador de 22 anos revelou que Rodrigo Caio, hoje seu companheiro na Gávea, é um dos zagueiros mais “chatos” que já enfrentou nos gramados brasileiros. Gabigol também exaltou Léo Duarte, que forma a dupla de zaga rubro-negra.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Clique e assine o APP do FOX Sports

"Tem vários. Um muito chato? Rodrigo Caio. (Rodrigo Caio e Léo Duarte) São muito rápidos e firmes também. Dificulta muito o atacante aquele cara que fica encima de você e, obviamente, que os atacantes são mais rápidos que os zagueiros, mas eles não, são bem rápidos também e isso dificulta bastante", revelou Gabigol.

Quanto ao futebol, no geral, o atacante também citou quatro nomes mundialmente conhecidos que mais gosta de ver atuando. "Cristiano Ronaldo, Neymar, Messi, Mbappé", prosseguiu.

Confira as outras respostas de Gabigol:

Ponto forte do Flamengo

"Intensidade. Sim (é mérito do Abel Braga) e de todo o estafe. Preparação física, taticamente. O time tem se encontrado, evoluído e acho que uma coisa leva à outra".

Resgate da identidade do Flamengo

"O time, obviamente, tinha isso de uma forma diferente, talvez por característica de personalidade, mas eu acho que nosso time tem ido muito bem, a torcida tem apoiado a gente, tem estado com a gente e isso é muito bom".

Uma palavra que representa a Libertadores

“Desejo”.

Créditos da foto: Alexandre Vida/ Flamengo 

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade