Geuvânio diz por que não foi bem no Flamengo: "Jogadores comprados tinham que jogar"

Atleta foi apresentado ao Atlético-MG e lembrou da passagem apagada pelo clube carioca, que defendeu de 2017 até 2018

FOX Sports

Apresentado nesta segunda-feira (18 de março) ao Atlético-MG, Geuvânio teve que responder não só sobre a nova casa. Durante a entrevista coletiva, ele foi questionado em relação à passagem apagada que teve pelo Flamengo.

Copa do Nordeste, Bellator 218, Nascar, Flamengo no NBB e mais: só no FOX Sports

Contratado em 2017, ele ficou no Rio de Janeiro até 2018, mas não teve sequência. Foram apenas 41 jogos e três gols anotados. Segundo ele, o motivo por jogar pouco foi por conta da situação contratual, já que era emprestado, enquanto os outros atletas foram comprados por valores altos:

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

"No futebol, são muitas situações. Como estava emprestado ao Flamengo e o Flamengo tinha muitos jogadores comprados, com salários altos, eles tinham que jogar e tinham preferência. Como cheguei de empréstimo, fica difícil de jogar. Esse rodízio não aconteceu ao meu favor. Tentei aproveitar minhas chances. Fiz dois gols em um jogo e depois não fiquei nem no banco. São algumas coisas que não consigo entender. Se tivesse mais oportunidades, tenho certeza que voltaria a minha forma física ideal. Na minha opinião, faltou oportunidade e sequência", afirmou Geuvânio.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Aos 26 anos, ele viveu seu melhor momento com a camisa do Santos, entre 2014 e 2015. Em 113 partidas, anotou 24 gols. Na China, pelo Tianjin Tianhai, ele conseguiu nove gols em 34 jogos em campo.

FOX Sports leva torcedor pra ver jogo do PSG junto de PVC; veja como participar

Em Belo Horizonte, ele chega para uma disputa forte no ataque, que tem os seguintes nomes à disposição de Levir Culpi na formação do setor: Ricardo Olivera, Luan, Chará, Maicon, Alerrandro e Papagaio.

Clique e assine o APP do FOX Sports

Saiba mais:

Flamengo ainda pode negociar Rodinei

Cristiando Ronaldo será julgado pela UEFA

Real pode ter 'pacotão' de R$ 1,5 bilhão

(Crédito da imagem: Gilvan de Souza/Flamengo)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade