Conor McGregor, do UFC, é preso acusado de roubar celular de fã em Miami

Conor McGregor, do UFC, é preso acusado de roubar celular de fã em Miami

O irlandês foi acusado de roubo e conduta criminosa por atropelar e pegar o telefone de um fã que tentou fotografá-lo

EFE

O lutador irlandês Conor McGregor, um dos principais nomes atual do Ultimate Fighting Championship (UFC), foi preso nesta segunda-feira, em Miami Beach, acusado de roubo e conduta criminosa por atropelar e pegar o telefone de um fã que tentou fotografá-lo, de acordo com informações da mídia local.

Palmeiras, Atlético-MG, Cruzeiro e Inter na Libertadores, Europa League: só no FOX Sports

McGregor, de 30 anos, está detido no Centro de Correção Turner Guilford Knighte, em Miami, com uma fiança estipulada em US$ 12 mil (cerca de R$ 46 mil). O irlandês é acusado de tirar o celular de um homem que tentou fotografá-lo, pisotear várias vezes no aparelho e levá-lo embora, de acordo com o relatório policial.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

O homem disse aos policiais que o telefone estava avaliado em US$ 1 mil. Em seguida, a polícia localizou e prendeu McGregor. Em novembro de 2017, o irlandês foi multado com 400 euros por um tribunal de Dublin devido ao excesso de velocidade.

Clique e assine o APP do FOX Sports

Já em abril do ano passado, McGregor teve que pagar uma fiança de US$ 50 mil após ouvir três acusações de agressão e uma de vandalismo imposta por seu envolvimento em uma briga no estacionamento interno do Barclays Center, em Brooklyn, Nova York.

Crédito da foto: Matthews Emmons/USA TODAY Sports

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade