Carille admite incomodo com gols seguidos sofridos pelo Corinthians vou ajustar isso

Carille admite incomodo com gols seguidos sofridos pelo Corinthians: 'Vou ajustar isso'

Apesar da insatisfação, treinador voltou a bancar a dupla de zaga formada por Henrique e Manoel para os próximos jogos

Gazeta Press

O Corinthians já levou 13 gols em 11 jogos na temporada. Nessa quarta-feira, a defesa alvinegra foi vazada em duas oportunidades com menos de dez minutos de jogo, e diante do Avenida, equipe do Rio Grande do Sul que pela primeira vez em sua história estava disputando uma partida fora de seu Estado. A cada entrevista, Fábio Carille tem defendido seus atletas, mas, depois de uma classificação dramática em Itaquera, o técnico admitiu que a situação o está incomodando mais do que o normal.

“Uma coisa que precisa parar logo. Eu tenho laterais que ajudam a fazer gols, atacantes, mas todos precisam ajudar na marcação. A gente precisa parar de tomar gol o quanto antes. Estou trabalhando bastante bola parada, mas estou vendo que preciso trabalhar muito mais”, disse, em entrevista coletiva.

Arsenal, Chelsea, Bundesliga, Boxe, Nascar e mais: só no FOX Sports

“O que eu quero agora, o que está mais me incomodando, e o que sempre foi um ponto forte do Corinthians, não meu, do Corinthians, é parar de tomar gol. Vou ajustar isso”.

Vasco-98 ou Corinthians-2012? Vote em quem avança às quartas

Apesar da insatisfação, Fábio Carille voltou a bancar a dupla de zaga formada por Henrique e Manoel.

Clique aqui e baixe FOX Sports APP

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“Já coloquei todos (os zagueiros) para jogar. Faz parte. É o início, é uma dupla nova. Acabei de ver o lance (do segundo gol do Avenida). O atacante erra a bola e acaba enganando o Henrique, faltou cobertura dos lados e acabou (o time) tomando o segundo gol. É o que acredito nesse momento, precisamos de jogos. Fizeram bom jogo contra o Palmeiras, bom jogo com São Paulo, tem que dar confiança também. Se daqui algumas rodadas o time mostrar que continua tento problema de posicionamento, a gente começa a pensar em outras opções”, explicou Carille, claramente mais preocupado com os escanteios defensivos.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

“No triângulo da frente (posicionamento no escanteio), a gente está tomando gol. Já foi assim contra o São Paulo. Não é o sistema. A gente está sem tempo para trabalhar, mas é mais atenção, mais concentração e uma cobrança maior minha e da minha comissão”, concluiu.

(Crédito da imagem: Marco Galvão/Foto Arena)

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!