Barcelona EQU é punido por escalação irregular e precisa de milagre contra o Defensor

Barcelona-EQU é punido por escalação irregular e precisa de milagre contra o Defensor

Por ter escalado Sebastián Pérez, time equatoriano foi declarado perdedor e agora precisa tirar uma desvantagem de um 3 a 0 na ida

FOX Sports

E o Barcelona-EQU acabou sendo punido por uma escalação irregular de Sebastián Pérez na Conmebol Libertadores. Nesta segunda-feira (11 de fevereiro), a entidade que comanda o futebol no continente sul-americano decidiu penalizar com uma derrota de 3 a 0 contra o Defensor.

Atlético-MG exclusivo, Libertadores, Arsenal, Chelsea, Bellator e Nascar: só no FOX Sports

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Ele esteve em campo na vitória por 2 a 1 sobre os uruguaios, fora de casa, na partida de ida. Agora, o Barcelona precisa reverter uma grande diferença dentro dos seus domínios. As equipes se enfrentam nesta terça (12).

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube 

Clique aqui e baixe FOX Sports APP

Veja abaixo o comunicado:

1. Aceitar o protesto apresentado pelo Defensor Sporting Club na data 7 de fevereiro de 2019, em relação à escalação irregular do jogador Sebastian Perez Cardona, do Barcelona Sporting Club, na partida disputada em 6 de fevereiro de 2019, entre as equipes Defensor Sporting Club e Barcelona Sporting Club, correspondente à fase 2 (jogo de ida) da Conmebol Libertadores 2019.

2. Declarar como perdedor o Barcelona Sporting Clube do jogo disputado no dia 6 de fevereiro de 2019, entre as equipes Defensor Sporting Club e Barcelona Sporting Club, correspondente à partida de ida da fase 2 da Conmebol Libertadores 2019; e, em consequência.

3. Determinar o resultado de 3 a 0 a favor do Defensor Sporting Clube, conforme artigo 19.1 do Regulamento Disciplinar da Conmebol.

4. Comunicar ao Defensor Sporting Club, ao Barcelona Sporting Club e à direção de competições de clubes da Conmebol.

Contra esta decisão, cabe recurso ante à Câmara de Apelações da Conmebol no prazo de sete dias corridos, a partir do dia seguinte à notificação dos fundamentos da decisão, conforme artigo 63.3 do Regulamento Disciplinar da Conmebol. Dito recurso será sem efeito suspensivo.

O recurso deverá cumprir com as formalidades exigidas nos artigos 59 e seguintes do Regulamento Disciplinar da Conmebol. Conforme o artigo 63.5 do Regulamento Disciplinar da Conmebol, a taxa de apelação de US$ 1 mil será abonada mediante transferência bancária.

Saiba mais

Autópsia revela que Sala morreu por lesões na cabeça e no tronco

United já tem nome preferido para ser o treinador da próxima temporada

Marcelo fala sobre saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid

Crédito da imagem: EFE

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!