Zé Ricardo se choca com tragédias de 2019: Poucas palavras e muita dor

Zé Ricardo se choca com tragédias de 2019: "Poucas palavras e muita dor"

Treinador do Botafogo já trabalhou no Flamengo e admitiu muita tristeza com a com situação no Ninho, além do caso de Brumadinho e do acidente do jornalista Ricardo Boechat

FOX Sports

Atualmente no profissional do Botafogo, Zé Ricardo acumula passagens por categorias de base, além de escolas, quando exercia a função de professor. Com isso, o papel de lidar com crianças sempre foi presente na sua vida. E a tragédia no Ninho do Urubu foi algo que deixou o treinador abalado.

Atlético-MG exclusivo, Libertadores, Arsenal, Chelsea, Bellator e Nascar: só no FOX Sports

Com passagens pela base do Flamengo, Zé Ricardo chegou ao time principal rubro-negro após o título da Copinha em 2016. Neste período, viu de perto o trabalho feito com a base no clube naquele local do acidente e admitiu sentir muita dor com o ocorrido:

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

"Eu imaginava que começaríamos essa coletiva com esse assunto. Esses primeiros dias de 2019 tem sido difíceis para o Brasil. Primeiro com Brumadinho, com 165 mortos e muitos não encontrados. Depois tivemos essa tragédia no Ninho do Urubu com dez mortes e a perda de um grande jornalista como o Ricardo Boechat. Eu gostaria só de falar sobre futebol, mas eu que trabalhei tanto tempo com categorias de base, como professor e deveria ter facilidade para falar e até escrever... Mas nesses momentos tenho poucas palavras. Só muita dor e tristeza por conta da falta de tantas vidas", explicou Zé.

Clique aqui e baixe FOX Sports APP

Nesta segunda-feira (11 de fevereiro), o Flamengo anunciou que Cauan Emanuel, de 14 anos, recebeu alta e deve ir para casa nesta tarde. Já o atleta Francisco Dyogo segue em curva de melhora, mas continua com demandas ventilatórias de oxigênio e ainda precisa de suporte com cateter nasal; por conta disso permanece internado no CTI.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube 

O atleta Jhonata Ventura teve a sedação suspensa, melhora dos parâmetros respiratórios e está estável hemodinamicamente. Jhonata não apresentou febre nas últimas 24h e realizou nova broncoscopia que mostrou melhora das lesões pulmonares. Também foi realizado novo banho das queimaduras mais profundas, que não mostraram piora das lesões. Foram realizados novos curativos tópicos e o menino segue aos cuidados de terapia intensiva do CTI do Centro de Tratamento de Queimados do Pedro II. Os médicos do Flamengo, Drs. Luiz Claudio Baldi e Serafim Borges acompanham a situação do atleta.

Saiba mais

Autópsia revela que Sala morreu por lesões na cabeça e no tronco

United já tem nome preferido para ser o treinador da próxima temporada

Marcelo fala sobre saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid

Crédito da imagem: EFE

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!