Kalil pede guerra dos clubes por cotas de TV e critica poder dado ao Flamengo

Ex-presidente do Atlético-MG não gosta da divisão do dinheiro dos direitos de televisão. Clube carioca é o que arrecada mais

FOX Sports

Com um jeito único e sempre sem papas nas língua, Alexandre Kalil fala sobre todos os assuntos do futebol brasileiro. Em entrevista ao site 'Hoje em dia', o ex-presidente do Atlético-MG não economizou nas críticas em relação ao valor de cota de TV recebido pelo Flamengo.

Mercado FOX, Formula E, NBB e mais: tudo ao vivo no FOX Sports

Para Kalil, os clubes vão acabar fechando as portas se essa distribuição não for mais equilibrada. Somando todas as formas de arredação com direitos de televisão, o Rubro-Negro passa a receber esse ano R$ 327 milhões, enquanto o Corinthians, segundo no ranking, vai faturar R$ 271 milhões:

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“Os clubes têm que mandar a televisão fazer o Campeonato apenas com o Flamengo. É hora de fazer uma grande guerra. Eles (TV) vão perder audiência. Se não for feito, os clubes vão fechar as portas", afirmou Kalil, que em 2014, no FOX Sports Rádio, já previa uma situação dessa caso o time carioca ficasse organizado:

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube

"O Flamengo está com uma diretoria que está arrumando o clube. Se arrumar o Flamengo, acabou o futebol brasileiro. Temos que rezar para Flamengo e Corinthians trazerem um (Alexandre) Pato por ano, porque senão, nós vamos embora”, finalizou.

FOX amplia as possibilidades de contratação do FOX Sports

Saiba mais:

Flamengo ainda quer mais 3 reforços

Palmeiras tem 'trunfos' por Goulart

Santos quer ex-campeão da Libertadores

Crédito: Bruno Cantini/Atlético-MG

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade