Corinthians vê Sassá mais distante e tem novo plano para o ataque

Corinthians vê Sassá mais distante e tem novo plano para o ataque

Outros alvos da diretoria alvinegra, Diego Tardelli e Gabigol não devem atuar no Brasil na próxima temporada

Gazeta Press

O Corinthians não conseguiu avançar nas negociações para contratar o centroavante Sassá, do Cruzeiro. Alvo do clube desde a metade do ano passado, o jogador ouviu da diretoria mineira que vai ser utilizado em 2019, ainda que a Raposa planeje manter nomes como Barcos, Fred e Raniel em seu elenco. Dessa forma, o Timão busca alternativas para a função de camisa 9 no ano que vem.

Final da Libertadores, Bundesliga, NBB e mais: tudo no FOX Sports

A ideia da diretoria é conseguir um nome experiente para a função, essencial, por exemplo, na reconstrução do clube entre 2016 e 2017, também sob a batuta de Fábio Carille. À época, o treinador pôde contar com Jô, nome com passagem pela Seleção Brasileira e com história vencedora no país, e Kazim, atleta convocado diversas vezes pela seleção turca e com bastante rodagem no futebol europeu.

Até o momento, Carille terá que trabalhar com Roger e Jonathas, opções já presentes para Osmar Loss e Jair Ventura na última temporada, e com Gustagol, artilheiro do ano com a camisa do Fortaleza, que não conseguiu ter grande desempenho dois anos atrás, quando foi contratado.

Assine os canais FOX Sports pela loja de aplicativos do seu celular! 

Diego Tardelli, principal sonho para o setor, tem contratação complicada pelos altos valores envolvidos na negociação. Ainda que esteja livre para assinar com qualquer clube, o jogador segue muito valorizado na China, onde defendeu o Shandong Luneng pelos últimos quatro anos.

Gabigol, outro nome sondado pela diretoria, deve seguir caminho no futebol europeu, ainda que não tenha continuidade na Internazionale, dona dos seus direitos federativos. Caso não consiga convencer nem um dos dois, a direção deve voltar suas atenções para o mercado exterior.

Se inscreva no canal do FOX Sports Brasil no YouTube 

Ainda que mantenha firme o discurso de que não vai pagar “R$ 600, 700 mil para um jogador”, o presidente Andrés Sanchez compartilha do pensamento que é necessário de nomes de peso para ajudar Carille a recuperar o moral do time. Resta saber quem será o alvo digno de investimento.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Saiba mais:

'Sonho' de brasileiros, Tardelli define onde irá atuar

Vasco pode perder mais uma promessa

Flamengo e Palmeiras sondam Ramires

Crédito da foto: Daniel Oliveira/Fotoarena

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!