Galiotte diz se cre em permanencia de Felipao mesmo com interesse da selecao colombiana

Galiotte diz se crê em permanência de Felipão mesmo com interesse da seleção colombiana

Presidente reeleito no Alviverde afirmou que o clube não deverá ter problemas para manter o treinador e também falou na manutenção do elenco

Gazeta Press

O técnico Luiz Felipe Scolari, peça chave no título brasileiro do Palmeiras, está na mira da Colômbia. A despeito do interesse da seleção sul-americana, o presidente Maurício Galiotte confia na permanência do treinador no clube alviverde durante a próxima temporada.

Finais da Libertadores e Sul-Americana, Bundesliga e mais: tudo no FOX Sports

“Acredito que ele esteja satisfeito com o que encontrou no Palmeiras em termos de grupo, estrutura de trabalho e planejamento. Temos muita convicção na manutenção tanto da comissão técnica, quanto dos jogadores”, afirmou Galiotte em entrevista à Gazeta Esportiva na noite desta terça-feira (4 de dezembro).

Contratado após dirigir o chinês Guangzhou Evergrande, Felipão foi anunciado pelo Palmeiras no fim de julho e, em sua terceira passagem, assinou contrato até 2020. Um dos convidados do Troféu Mesa Redonda, promovido pela TV Gazeta, Galiotte tratou com naturalidade o interesse da Colômbia, em busca de um sucessor para José Pekerman.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

 “Para um profissional do porte do Felipão, com a estatura do Felipão, inevitavelmente existirão propostas. Para os atletas, também”, afirmou o presidente palmeirense. “É um grupo muito qualificado, mas temos contrato com o Felipão”, reiterou.

Aos 70 anos de idade, Luiz Felipe Scolari conduziu a Sociedade Esportiva Palmeiras rumo ao título do Campeonato Brasileiro, garantido com um triunfo sobre o Vasco ainda na 37ª rodada. O time alviverde encerrou o torneio com uma série de 23 jogos consecutivos sem perder.

Felipão comandou a Seleção Brasileira na campanha de sucesso na Copa do Mundo de 2002 e dirigiu o time que terminou no quarto lugar em 2014 após a goleada contra a Alemanha na semifinal. Em 2006, com Portugal, o treinador gaúcho também acabou na quarta colocação.

Saiba mais:

Yago Pikachu deve deixar o Vasco

Gabigol revela desejo de jogar no Fla

Santos define prazo para ter Abel

Crédito da foto: divulgação/ S.E. Palmeiras 

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!