Fica no Palmeiras? Marcos Rocha abre o jogo sobre o seu futuro

Fica no Palmeiras? Marcos Rocha abre o jogo sobre o seu futuro

Em fim de contrato com o Verdão, o lateral-direito, que está emprestado do Atlético-MG, afirmou seu desejo de continuar na equipe paulista e demonstrou ressentimento com a forma como saiu do Galo

FOX Sports

Preste a completar 30 anos, no próximo dia 11 de dezembro, o lateral-direito Marcos Rocha abriu o jogo sobre o seu futuro em uma entrevista ao jornal Lance. Atualmente emprestado pelo Atlético-MG ao Palmeiras, o atleta demonstrou empolgação com a possibilidade de permanecer no Verdão. A opção de compra após o fim do empréstimo está taxada em 2 milhões de euros, cerca de R$ 9 milhões, mas o Alviverde já negocia com o Galo para alcançar uma quantia que seja satisfatória para as duas equipes.

Finais da Libertadores e Sul-Americana, Bundesliga e mais: tudo no FOX Sports

“Estou bastante feliz e adaptado ao Palmeiras. Sei que o Palmeiras já fez o primeiro contato com o Atlético-MG. E falo como jogador do Palmeiras porque tenho contrato até o dia 31. Agora é aguardar para a decisão ser boa para mim, para o Atlético-MG e para o Palmeiras, para 2019 ser bastante especial”, afirmou, Marcos Rocha, que demonstrou certo ressentimento com a forma como teve que deixar a equipe mineira, onde foi campeão da Conmebol Libertadores, Recopa Sul-Americana, Copa do Brasil e quatro estaduais.

“Sim (quero continuar no Palmeiras). O pessoal já sabe a minha vontade. Tenho uma linda história dentro do Atlético, sou muito grato ao Atlético por tudo que fizeram por mim e pela minha carreira. Mas, no ano passado, quando optaram pelo meu empréstimo, senti que foi um ponto final que colocaram na minha história. Eu tinha outros pensamentos vestindo a camisa do Atlético, e todos lá sabiam, mas, naquele momento, ninguém respeitou”, afirmou.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Por fim, o jogador projetou um ano sem lesões para poder recuperar o seu espaço no time titular, agora ocupado por Mayke, que foi eleito o melhor jogador da posição no Brasileirão 2018. “Projeto mais sorte e menos lesões no ano que vem. Tive uma lesão na panturrilha direita que me deixou quase dois meses afastado, foi bastante chata. Mas o importante foi que o Mayke, a partir do momento em que entrou, conseguiu manter o mesmo padrão de jogo, ajudou bastante os nossos companheiros. Deve ser coroado como o melhor lateral do Brasil. É parabenizar o Mayke pelo trabalho dele também, isso mostra a força do elenco do Palmeiras”, encerrou.

Saiba mais:

Yago Pikachu deve deixar o Vasco

Gabigol revela desejo de jogar no Fla

Santos define prazo para ter Abel

Crédito Foto: Flickr/SE Palmeiras

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!