Kubica será piloto da Williams em 2019

Kubica será piloto da Williams em 2019

Polonês ficou oito anos fora da Fórmula 1 depois de acidente em rali na Itália

Gazeta Press

Nesta quinta-feira (22 de novembro), a Williams confirmou o acerto com Robert Kubica para ser piloto titular da escuderia na temporada de 2019 da Fórmula 1. O polonês não compete desde 2010, quando foi vítima de grave acidente de rali e ficou com limitações no braço e na mão direita. Após diversas cirurgias, o piloto de 33 anos de idade voltou a dirigir um carro da categoria no ano passado e, em 2018, vinha trabalhando como reserva de Lance Stroll e Sergey Sirotkin.

Final da Libertadores, Bundesliga, NBB e mais: a semana no FOX Sports

“Foi um longo caminho até aqui, mas um novo desafio está começando. Não será fácil, mas, com muito trabalho e dedicação, trabalharemos juntos para tentar ajudar a equipe a ficar em melhor forma para seguir em frente”, afirmou. “Estar de volta à F1 será uma das maiores conquistas da minha vida. Obrigado novamente a todos que me apoiaram e acreditaram em mim. Eu mal posso esperar para voltar a correr”, completou.

Além de Kubica, a Williams também confirmou George Russel como titular da equipe para 2019. Até então, o britânico de apenas 20 anos de idade vinha competindo na Fórmula 2, categoria a qual lidera, com direito a quatro pole positions e seis vitórias nesta temporada.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Completando 34 anos no próximo mês, Kubica, por sua vez, já terminou 12 vezes no pódio da Fórmula 1 e, dentre suas principais conquistas na carreira, está o GP do Canadá de 2008. Junto a Russel, o polonês já fará testes pela Williams no GP da Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, que tem início marcado já para esta sexta-feira (23), com a realização dos primeiros treinos livres.

A última corrida do polonês foi em novembro de 2010, justamente no GP de Abu Dhabi, quando largou em 11º, chegou à segunda posição e encerrou a corrida em quinto. Depois disso, o promissor piloto, que chegou a ser apontado como um dos favoritos ao título da categoria, sofreu acidente numa prova de rali em fevereiro de 2017, na Itália. Foi uma longa recuperação até ser liberado por médicos e recuperar a capacidade de pilotar.

Saiba mais:

Barcelona vem ao Brasil monitorar jovem

Real Madrid desiste da contratação de Neymar

Felipe Melo brinca com post do América-MG

Crédito Foto: EFE

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade