Após reunião geral, Cuca mostra abatimento: Não fomos merecedores de estar no Santos

Após reunião geral, Cuca mostra abatimento: "Não fomos merecedores de estar no Santos”

Treinador do time da Vila Belmiro se mostrou extremamente decepcionado com o trabalho do time no segundo tempo

Gazeta Press

A comissão técnica do Santos, elenco e o presidente José Carlos Peres se reuniram por mais de uma hora no vestiário do Estádio Independência após a derrota por 2 a 1 para o América-MG, neste domingo.

Cuca diz que a permanência em 2019 não foi discutida e revelou parte da conversa. O técnico afirmou que eles não foram merecedores de estar no Peixe por conta da atuação em Belo Horizonte.

“Eu estou muito sentido com o jogo de hoje. Não esperava que a gente jogasse um segundo tempo como jogamos. O América mereceu vencer. Jogou melhor que nós. Agora tem de se pensar na quarta-feira (Botafogo). Não tem mais que ficar pensando no montante (de pontos para a Libertadores em 2019″. Nossa decepção é muito grande. Temos de ter a grandeza. Não fomos merecedores de estar no Santos. Hoje foi um jogo que deixamos uma dívida muito grande com o torcedor”, disse Cuca, em entrevista coletiva.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“Não foi uma reunião pensando em ficar ou sair. Foi uma reunião geral. Foi cobrado, foi posto. Ninguém está satisfeito, ninguém está feliz. A gente está em dívida com o torcedor. Eles têm mais de ouvir que falar. Temos de levar em consideração os desfalques. É muita mexida, mas não serve como desculpa. Foram quatro resultados ruins. Hoje o recado que a gente dá é aguentar a cobrança porque é assim. O trabalho não acabou. Temos de fazer o melhor até o fim”, completou.

A Gazeta Esportiva ouviu um dos membros da comissão técnica do Santos. O profissional garantiu a permanência de Cuca até pelo menos o fim do ano e elogiou o apoio do presidente José Carlos Peres no Estádio Independência.

Leia também:

ACB: Lisca revela que foi procurado por 'clube grande'

Cuéllar diz qual a condição para deixar o Flamengo

Diretor diz quem pode reforçar o Corinthians e descarta nome

Com a quarta derrota consecutiva – Palmeiras, Chapecoense, Flamengo e América-MG -, o Alvinegro caiu para a 10ª colocação, com 46 pontos, sete atrás do Atlético-MG, primeiro no G6, a três rodadas do fim. Santos e Galo se enfrentarão na 37ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. A próxima partida será contra o Botafogo, quarta-feira, às 21h (de Brasília), na Vila Belmiro.

Crédito: Marcelo Machado de Melo/ Fotoarena

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!