Atlético PR vence o Vitória e dá mão grande para Corinthians e Vasco. Veja

Atlético-PR vence o Vitória e dá ‘mão grande’ para Corinthians e Vasco. Veja

Furacão entrou na zona de classificação para a Libertadores e afundou o rival baiano, que se complicou e muito na briga pela permanência

Gazeta Press

O Vitória está cada vez mais perto do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time baiano recebeu o Atlético-PR no Barradão e não conseguiu reagir, perdendo por 2 a 1 diante de sua torcida e estacionando na 18ª colocação, com 36 pontos. Os gols do Furacão foram marcados por Ramon (contra) e Bruno Guimarães. Neilton, de pênalti, descontou para os donos da casa.

Agora, o Vitória terá de torcer por um tropeço do Ceará contra o Fluminense, na próxima segunda-feira, e da Chapecoense contra o Grêmio, neste domingo. Ambos os rivais diretos na luta contra o rebaixamento jogarão fora de casa.

O Atlético-PR, por sua vez, entrou na zona de classificação para a pré-Libertadores, embora sua prioridade seja a Copa Sul-Americana, torneio em que está na semifinal e com grandes chances de decidir o título.

Boca Juniors, Nascar, Copa Paulista e mais: fim de semana FOX Sports

O jogo – Logo aos seis minutos de partida, o Atlético-PR por pouco não abriu o placar. Em cobrança de falta ensaiada, Pablo deixou para Raphael Veiga, que bateu rasteiro, por baixo da barreira, exigindo boa defesa do goleiro João Gabriel.

Passado o susto inicial, o Furacão não se acomodou e não demorou muito para balançar as redes. Se aos seis minutos não deu para Raphael Veiga, aos 25 minutos o time visitante teve um pouco mais de sorte e abriu o placar graças ao gol contra do zagueiro Ramon. Após cobrança de falta pela esquerda, Pablo cabeceou na trave, a bola voltou para os pés do defensor do Vitória, que se atrapalhou todo e acabou jogando contra a própria meta.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Não satisfeito com a vantagem, o Atlético-PR ainda teve a oportunidade de ir para o intervalo com 2 a 0 no marcador e só não balançou as redes novamente por causa de João Gabriel. Aos 46 minutos, Raphael Veiga recebeu de Marcelo Cirino dentro da área e soltou um petardo, mas viu o goleiro do Vitória fazer grande intervenção para segurar o ímpeto dos visitantes.

No segundo tempo, o técnico Tiago Nunes promoveu algumas mudanças na equipe e, consequentemente, o desempenho caiu um pouco. Procurando se aproveitar das alterações, o Vitória reagiu aos 13 minutos, quando Léo Ceará soltou uma bomba em cobrança de falta, mandando por cima da barreira e vendo a bola passar raspando a trave esquerda do goleiro do Atlético-PR.

Leia também:

A reação de Neymar ao ser perguntado sobre volta ao Barça

PVC aponta a grande diferença entre Palmeiras e Fla em 2018

Messi e Pogba se encontram em restaurante famoso de Dubai

Na reta final da partida, o Atlético-PR, sem qualquer misericórdia do rival, cada vez mais próximo do rebaixamento, ainda pressionou em busca do segundo gol. Aos 36 minutos, Nikão, livre da marcação, foi conduzindo a bola e soltou uma bomba, carimbando a trave de João Gabriel. Um pouco mais tarde, aos 40, o Furacão foi mais feliz e acabou ampliando com Bruno Guimarães, que recebeu na entrada da área e bateu na saída do goleiro.

Já nos acréscimos, aos 46 minutos, o Vitória ainda descontou com Neilton, em cobrança de pênalti devido à falta de Wellington em Léo Ceará dentro da área, porém, o tento de honra do Leão não foi suficiente para evitar as vaias da torcida ao final do duelo.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 1 X 2 ATLÉTICO-PR

Local: estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 17 de novembro de 2018, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)

Público: 8.440 torcedores
Renda: R$ 61.140,00

GOLS: Ramon (contra), aos 25 minutos do 1ºT, e Bruno Guimarães, aos 40 minutos do 2ºT (Atlético-PR); Neilton, aos 46 minutos do 2ºT (Vitória)
Cartões amarelos: Jeferson, Rhayner e Lucas Fernandes (Vitória); Jonathan, Léo Pereira e Bruno Guimarães (Atlético-PR)
Cartão vermelho: Jeferson (Vitória)

VITÓRIA: João Gabriel; Jeferson, Ramon, Lucas Ribeiro e Fabiano; Willian Farias (Yago), Léo Gomes e Rhayner (Neilton); Erick (Nickson), Léo Ceará e Lucas Fernandes
Técnico: João Burse

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Wanderson, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Camacho, Bruno Guimarães e Raphael Veiga (Marcinho); Marcelo Cirino (Nikão), Pablo e Rony
Técnico: Tiago Nunes

Crédito: Tiago Caldas/ Fotoarena

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!