Jair brinca após declaração polêmica de Andrés: Pelo menos não estou prestigiado

Jair brinca após declaração polêmica de Andrés: 'Pelo menos não estou prestigiado'

Treinador do Corinthians brincou sobre o fato de estar pressionado no comando técnico do time, que ainda corre o risco de rebaixamento no Brasileirão

Gazeta Press

Andrés Sanchez não garantiu Jair Ventura no comando do Corinthians na próxima temporada, apesar de manifestar seu desejo pela permanência do atual comandante da equipe. A declaração às vésperas de um clássico contra o São Paulo não passou despercebida, mas foi encarada com naturalidade e bom-humor por Jair.

“Todos os treinadores do mundo, depois do que a gente viu o que aconteceu no Real Madrid, não está garantido. Eu ia ficar preocupado se ele falasse “prestigiado”, porque quando fala que está prestigiado…”, brincou, aos risos, usando Julen Lopetegui, técnico demitido após 14 partidas, como exemplo.

FOX amplia as possibilidades de contratação do FOX Sports

Final da Libertadores, Dortmund x Bayern e Copa Paulista: tudo no FOX Sports

“Nenhum treinador está garantido em 2019. O Andrés me deixa confortável, porque é um cara sincero, está aqui no dia a dia. Os números não são bons, mas tem o trabalho, que está no início. Não fujo da responsabilidade. Vamos trabalhar para melhorar, para eu convencer e permanecer, para conseguir pegar uma pré-temporada”, continuou, dessa vez de forma mais serena.

O Corinthians de Jair Ventura é 12º na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos, e ainda não conseguiu se livrar definitivamente do risco de rebaixamento. Até agora, com o técnico carioca, foram apenas três vitórias, além de quatro empates e seis derrotas.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“Quando o Andrés me ligou eu já sabia da responsabilidade. E ela vai existir a todo momento. Há quatro jogos estávamos na final a Copa do Brasil. Os números não são bons, mas vamos trabalhar para melhorar”, minimizou.

A chance de ter um pouco mais de paz para dar sequência ao trabalho é o time vencer o São Paulo nesse sábado, em Itaquera.

“Vencer no futebol é obrigação. Não é tranquilidade. Você tem um alívio, você tem que fazer sempre seu melhor, dia a dia, jogo a jogo. Aqui é Corinthians”, encerrou.

Saiba mais:

Flamengo abre o jogo sobre reforços

Coutinho sobre lesão e desfalca a Seleção

Palmeiras pode ter 'barca' para 2019

Crédito: Marco Galvão/ Fotoarena

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!