Hudson revela papo com Nenê e fala sobre insatisfação do meia do São Paulo

Hudson revela papo com Nenê e fala sobre insatisfação do meia do São Paulo

Meio-campista do São Paulo disse que é natural que Nenê fique chateado por estar no banco de reservas. Leia mais abaixo

Gazeta Press

Incomodado com a reserva, Nenê esquentou os bastidores do São Paulo no último final de semana, quando deixou o Morumbi ‘às pressas’ logo após o fim da partida contra o Flamengo. O camisa 10 não atuou um minuto sequer diante dos cariocas, o que teria provocado uma grande insatisfação com o técnico Diego Aguirre, dando margem para interpretações de que o ambiente interno do time estaria abalado.

FOX amplia as possibilidades de contratação do FOX Sports

A ocorrido, por consequência, não demorou a virar pauta em entrevistas de outros jogadores, como é o caso de Hudson, capitão e um dos principais pilares do elenco tricolor. Nesta quinta-feira, o volante concedeu entrevista exclusiva à TV Gazeta no CT da Barra Funda, e revelou já ter conversado com o companheiro sobre o assunto.

Semi da Sul-Americana, final da Libertadores, Arsenal, Milan e mais: tudo no FOX Sports

Bayer Leverkusen, Sevilla, Villarreal! Veja 19 jogos exclusivos da Europa League no APP FOX Sports

“Já conversei com ele. Tivemos uma conversa tranquila, ele está com a cabeça boa. Ficar chateado por não jogar é normal, eu também já estive na situação dele e também fiquei chateado. Jogador de futebol tem essa ânsia de jogar, mas a gente tem que respeitar a decisão e a opção do treinador, que sabe o que é o melhor para a equipe sempre”, externou.

Hudson ainda fez questão de afirmar que o incômodo não tem atrapalhado Nenê no dia a dia. Segundo o camisa 25, o meio-campista não tem deixado de treinar forte ou de se esforçar, e continua tendo enorme importância para o grupo.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Saiba mais:

Flamengo abre o jogo sobre reforços

Coutinho sobre lesão e desfalca a Seleção

Palmeiras pode ter 'barca' para 2019

“Tem trabalhado muito durante os treinamentos, é um cara que quer jogar. Pela qualidade que tem, é absolutamente normal. Qualquer um na posição dele, que vinha sendo o destaque da equipe, assim como todos nós, que caímos de rendimento, era normal que ele ficasse abatido quando não viesse a jogar. A gente entende ele, é um cara muito importante para gente, tanto para os mais velhos quanto para os mais novos, e vai continuar sendo nesses últimos jogos”, garantiu.

Vale lembrar que Nenê é o vice-artilheiro do São Paulo neste Campeonato Brasileiro, com oito gols marcados, apenas três a menos que Diego Souza. Titular ou não, o camisa 10 estará à disposição de Aguirre para o clássico do próximo sábado, contra o Corinthians, pela rodada de número 33 da Série A. Em Itaquera, a bola rola a partir das 17h (no horário de Brasília).

Crédito: Maurício Rummens/ Fotoarena

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!