Corinthians tem parte da premiação da Copa do Brasil bloqueada

Corinthians tem parte da premiação da Copa do Brasil bloqueada

Valor é referente à uma dívida com o Instituto Santanense de Ensino Superior, no valor de R$ 2,48 milhões

Gazeta Press

O Corinthians tem a receber da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) R$ 20 milhões pelo vice-campeonato da Copa do Brasil. Desse montante, R$ 2,48 milhões serão depositados em juízo devido a um bloqueio judicial. O pedido do Instituto Santanense de Ensino Superior foi atendido pelo juiz Luis Fernando Nardelli.

El Clásico Barcelona x Real Madrid no dia 28; saiba como assistir ao vivo

A faculdade entrou com a ação em 2008 com o argumento de que o clube estava, à época, impedindo o acesso de alunos e funcionários em um espaço alugado pela UniSant’Anna dentro do Parque São Jorge.

Além dos R$ 20 milhões a receber, o Corinthians também embolsará cerca de R$ 12 milhões por ter avançado nas fases anteriores à final na competição nacional por mata-mata. A informação foi inicialmente publicada pela Espn Brasil.

Semis da Libertadores; brasileiros na Sul-Americana; Chelsea, Bayern...que semana no FOX Sports!

O Corinthians se manifestou por meio de nota oficial. Confira:

“O Sport Club Corinthians Paulista esclarece que existe uma dívida perante o Instituto Santanense de Ensino Superior cujo valor líquido ainda se encontra em fase de discussão judicial. Conforme informado pelo Diretor Jurídico do Corinthians, Fabio Trubilhano, foi realizada audiência de tentativa de conciliação em 03 de setembro de 2018, porém as partes não chegaram a um consenso sobre o valor devido, ante o valor excessivo sustentado pelo Instituto, acima de 4 milhões de reais. No último dia 17, o Instituto retificou o valor devido para R$ 2.485.952, 11 e solicitou que tal valor fosse bloqueado da premiação da Copa do Brasil, a ser recebida pelo clube. O Corinthians informa a existência de ação monitória transitada em julgado, em fase de cumprimento de sentença – autos n.º 0059215-68.2018.8.26.0100, junto à 13.ª Vara Cível do Foro Central da Capital –, na qual possui crédito perante a mesma instituição no valor aproximado de R$ 1.200.000,00, cujo montante pretende seja compensado. A agremiação tomará todas as medidas judiciais cabíveis para que se defina corretamente o valor devido e para que ocorra, dentro das possibilidades financeiras do clube, o adimplemento de suas obrigações”.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Saiba mais:

Bandeira responde reclamações do Palmeiras: “Ridículo”

Thiago Neves revela como foram ameaças após provocação

Grêmio surpreende e leva Luan para duelo com o River

Crédito da foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!