Árbitro se engana em súmula ao justificar cartões a jogadores do Palmeiras

Árbitro se engana em súmula ao justificar cartões a jogadores do Palmeiras

Mayke, Bruno Henrique e Lucas Lima estavam pendurados e levaram o terceiro amarelo

Gazeta Press

Líder do Campeonato Brasileiro com 62 pontos, o Palmeiras enfrenta o rival Flamengo na próxima rodada da competição, no próximo domingo, com problemas na equipe. Para este confronto, o técnico Felipão terá quatro desfalques importantes devido a suspensões: Mayke, Bruno Henrique, Lucas Lima, que receberam o terceiro cartão amarelo na partida diante do Ceará, e Deyverson, que foi expulso na mesma partida.

El Clásico Barcelona x Real Madrid no dia 28; saiba como assistir ao vivo

Os cartões recebidos pelos atletas geraram uma enorme irritação por parte do Palmeiras, que reclama e muito da atuação do árbitro André Luiz de Freitas Castro. Para piorar a situação, algumas horas após ser alvo de críticas o juiz goiano publicou a súmula da partida o que ampliou os questionamentos pelo lado alviverde.

Isso porque o juiz justificou as advertências no documento da partida com alguns erros. O primeiro acontece na explicação do amarelo para Lucas Lima. Na súmula o árbitro descreve que aplicou o cartão após “cometer faltas persistentemente”. No entanto, o atleta cometeu uma falta durante toda a partida, contradizendo o que afirma o apitador.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Outro erro acontece na justificativa da punição ao lateral Mayke. No documento, o goiano explica que o atleta foi punido após “retardar excessivamente a cobrança de um arremesso lateral”. Porém o ala foi punido no momento em que iria cobrar uma falta.

Além da dupla, os outros três amarelados foram Bruno Henrique, Hyoran e Diogo Barbosa. Nas justificativas o árbitro explicou que o volante, que estará suspenso contra o Flamengo, e o meia foram advertidos após “dar uma entrada de forma temerária contra seu adversário na disputa da bola”. Já o lateral, que foi reserva neste domingo, recebeu o amarelo após “sair do banco de reservas para reclamar de forma acintosa as decisões da arbitragem”.

Por último, André Luiz explicou na súmula o cartão vermelho aplicado a Deyverson no último minuto do primeiro tempo. “Expulsei do campo de jogo de forma direta o atleta nº16, Sr. Deyverson Brum Silva, da equipe do Palmeiras, por, na disputa da bola, atingir com as travas da chuteira a barriga de seu adversário nº26, Sr. Richardson Fernandes dos Santos.O atleta atingido necessitou de atendimento médico e continuou no jogo normalmente. O atleta expulso deixou o campo sem esboçar reação”.

No próximo sábado, às 19h (de Brasília), Flamengo e Palmeiras se enfrentam no Maracanã num duelo importantíssimo pela briga pelo título do campeonato nacional.

Crédito da foto: Reuters

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!